Big Bang Lx: pare, escute e aprenda

O Big Bang Lx, o festival de música e aventura para um público jovem, está de regresso ao CCB com uma programação que enche as medidas aos mais novos.

Ouvidos atentos, que está na hora de dar música aos miúdos. O Big Bang Lx é a galinha dos ovos de ouro no que toca a música para a infância. O festival regressa ao Centro Cultural de Belém esta sexta (20 de Outubro) e sábado (21) para a sua 8.ª edição.

Perceber como é que a música dirigida a um público adulto pode chegar às crianças, de forma a que a oiçam com atenção, é a pedra basilar do Big Bang, que se realiza em vários países europeus. “O festival tem esse lado de pesquisa e aproximação para haver uma fruição por parte das crianças da música que todos ouvimos enquanto adultos”, explica Madalena Wallenstein, coordenadora da Fábrica das Artes do CCB, que organiza o festival.

O Big Bang Lx é uma plataforma de encontro de compositores, músicos e performers e dos seus projectos de criação, tanto portugueses como europeus, de forma a contribuir para o desenvolvimento da produção e apresentação de música não comercial para crianças. “A qualidade dos espectáculos permite que as crianças se interessem”, diz a responsável. “O Big Bang tem uma espécie de representação da sociedade e todas as gerações implicadas.”

É uma viagem musical para crianças dos 4 aos 12 anos, e até mesmo para os adultos que as acompanham. Na sexta, as actividades são todas direccionadas para as escolas, mas no sábado o dia é para o público em geral e estão todos convidados para se juntar à festa.

Cada actividade tem o custo de 4€, sendo que há dois momentos na programação de entrada livre.

O melhor é descobrir tudo o que se vai passar na lista abaixo.

Big Bang Lx: pare, escute e aprenda

Nocturno

Nocturno

Joana Gama e Victor Hugo Pontes sonharam, e Nocturno nasceu. Este espectáculo inspira-se na noite, no mistério que é a noite na imaginação das crianças. E o que é que a noite traz? As sombras, a escuridão, o silêncio, os barulhos mais simples e inaudíveis durante o dia mas que à noite dão asas à imaginação.

Sala de Ensaio. Sáb 10.30 e 13.45 . 4€.

Futurina

Futurina

A associação Sonoscopia, do Porto, é a grande responsável por Futurina, o espectáculo que quer fazer despertar a atenção para outros mundos artísticos, sobretudo no que toca a propostas musicais. Alunos do Conservatório Musical de Sintra e a Sonoscopia vão juntar-se em palco para que possam questionar o hoje, a partir da reinvenção do ontem.

Pequeno Auditório. Sáb 11.45 e 15.00. 4€

Publicidade
3ACH – A Starway to Heaven

3ACH – A Starway to Heaven

A companhia belga Zonzo viajou até Lisboa para apresentar 3ACH – A Stairway to Heaven, um espectáculo que pretende desconstruir a música de grandes compositores, sendo que nesta edição é a vez de Bach. Em 3ACH, dois violinistas levam os miúdos a visitar o mundo de Bach numa performance musical multimédia, como gente crescida.

Grande Auditório. Sáb 10.30, 13.30 e 16.00. 4€.

Quarto da Joana

Quarto da Joana

Joana Guerra e o seu quarto vão estar no CCB. A cantora e compositora portuguesa abre a porta do seu quarto, ou como quem diz, da sua música, a todas as crianças que lá querem entrar. As crianças vão poder visitar o seu imaginário fantástico e musical através do Quarto da Joana.

Sala Eugénio de Andrade. Sáb 10.45, 13.30 e 15.30. 4€. 

Publicidade
Extension

Extension

Recorrendo maioritariamente a materiais reciclados, Extension é uma performance musical construída com um cenário repleto de máquinas aparentemente disfuncionais, mas capazes de produzir sons com uma magnificência surpreendente.

Sala Luís de Freitas Branco. Sáb 11.45, 14.45 e 16.30. 4€.

Como dormirão meus olhos?

Como dormirão meus olhos?

E quando não querem dormir… Como dormirão os meus olhos? Filipe Faria e Pedro Castro trazem ao CCB um espectáculo onde os instrumentos antigos produzem sons novos. Flautas, oboés, gaita de foles e até um iPad: é o som a reinventar-se.

Sala Almada Negreiros. Sáb 11.45, 13.30 e 16.00. 4€.

Publicidade
Tocá Rufar

Tocá Rufar

Todos na rua que a festa é lá fora. Tocá Rufar é a orquestra e o nome do espectáculo que resulta de uma formação musical de crianças, jovens e adultos, e onde os intérpretes são os próprios alunos. Com esta orquestra de percussão tradicional portuguesa – com naipes de bombos, caixas de rufo e timbalões – não vai faltar animação no Big Bang Lx.

Praça CCB. Sáb 12.30 e 17.00. Entrada livre.

Jukebox e Caixa de Ressonância

Jukebox e Caixa de Ressonância

A Ofício das Artes é uma associação que se dedica ao ensino e desenvolvimento de actividades artísticas, em especial da música e da construção de instrumentos musicais. A Caixa de Ressonância e a Jukebox desafiam o público à interacção e exploração da diversidade de sons percutidos, beliscados e friccionados. Tudo num ambiente harmonioso, para que a arte inspire os miúdos no dia-a-dia.

Praça do CCB. Sáb 10.30-13.00 e 14.00-17.00. Entrada livre.

Publicidade

Mais que fazer em Lisboa com miúdos

101 coisas para fazer em Lisboa com crianças

Enfie a família toda no carro e parta à descoberta do que a cidade tem para oferecer aos mais novos. São 101 coisas para fazer em Lisboa com crianças – todas elas bem divertidas também para os pais.

Ler mais
Por Vera Moura

Até ao final do ano, há cinema para miúdos no Monumental

Não é novidade na cidade, uma vez que arrancou no Verão, mas como tudo o que corre bem vale a pena continuar, o Monumental dos Miúdos não foge à regra. Até ao final de Dezembro, o Cinema Monumental vai receber um ciclo de cinema dedicado aos mais novos, durante todos os fins-de-semana.  

Ler mais
Por Francisca Dias Real
Publicidade

Comentários

0 comments