Big Bang Lx: pare, escute e aprenda

O Big Bang Lx, o festival de música e aventura para um público jovem, está de regresso ao CCB com uma programação que enche as medidas aos mais novos.
Por Francisca Dias Real |
Publicidade

Ouvidos atentos, que está na hora de dar música aos miúdos. O Big Bang Lx é a galinha dos ovos de ouro no que toca a música para a infância. O festival regressa ao Centro Cultural de Belém esta sexta (20 de Outubro) e sábado (21) para a sua 8.ª edição.

Perceber como é que a música dirigida a um público adulto pode chegar às crianças, de forma a que a oiçam com atenção, é a pedra basilar do Big Bang, que se realiza em vários países europeus. “O festival tem esse lado de pesquisa e aproximação para haver uma fruição por parte das crianças da música que todos ouvimos enquanto adultos”, explica Madalena Wallenstein, coordenadora da Fábrica das Artes do CCB, que organiza o festival.

O Big Bang Lx é uma plataforma de encontro de compositores, músicos e performers e dos seus projectos de criação, tanto portugueses como europeus, de forma a contribuir para o desenvolvimento da produção e apresentação de música não comercial para crianças. “A qualidade dos espectáculos permite que as crianças se interessem”, diz a responsável. “O Big Bang tem uma espécie de representação da sociedade e todas as gerações implicadas.”

É uma viagem musical para crianças dos 4 aos 12 anos, e até mesmo para os adultos que as acompanham. Na sexta, as actividades são todas direccionadas para as escolas, mas no sábado o dia é para o público em geral e estão todos convidados para se juntar à festa.

Cada actividade tem o custo de 4€, sendo que há dois momentos na programação de entrada livre.

O melhor é descobrir tudo o que se vai passar na lista abaixo.

Big Bang Lx: pare, escute e aprenda

Nocturno
©Estelle Valente

Nocturno

Joana Gama e Victor Hugo Pontes sonharam, e Nocturno nasceu. Este espectáculo inspira-se na noite, no mistério que é a noite na imaginação das crianças. E o que é que a noite traz? As sombras, a escuridão, o silêncio, os barulhos mais simples e inaudíveis durante o dia mas que à noite dão asas à imaginação.

Sala de Ensaio. Sáb 10.30 e 13.45 . 4€.

Futurina

A associação Sonoscopia, do Porto, é a grande responsável por Futurina, o espectáculo que quer fazer despertar a atenção para outros mundos artísticos, sobretudo no que toca a propostas musicais. Alunos do Conservatório Musical de Sintra e a Sonoscopia vão juntar-se em palco para que possam questionar o hoje, a partir da reinvenção do ontem.

Pequeno Auditório. Sáb 11.45 e 15.00. 4€

Publicidade

3ACH – A Starway to Heaven

A companhia belga Zonzo viajou até Lisboa para apresentar 3ACH – A Stairway to Heaven, um espectáculo que pretende desconstruir a música de grandes compositores, sendo que nesta edição é a vez de Bach. Em 3ACH, dois violinistas levam os miúdos a visitar o mundo de Bach numa performance musical multimédia, como gente crescida.

Grande Auditório. Sáb 10.30, 13.30 e 16.00. 4€.

ISIS ARAUJO

Quarto da Joana

Joana Guerra e o seu quarto vão estar no CCB. A cantora e compositora portuguesa abre a porta do seu quarto, ou como quem diz, da sua música, a todas as crianças que lá querem entrar. As crianças vão poder visitar o seu imaginário fantástico e musical através do Quarto da Joana.

Sala Eugénio de Andrade. Sáb 10.45, 13.30 e 15.30. 4€. 

Publicidade

Extension

Recorrendo maioritariamente a materiais reciclados, Extension é uma performance musical construída com um cenário repleto de máquinas aparentemente disfuncionais, mas capazes de produzir sons com uma magnificência surpreendente.

Sala Luís de Freitas Branco. Sáb 11.45, 14.45 e 16.30. 4€.

Como dormirão meus olhos?

E quando não querem dormir… Como dormirão os meus olhos? Filipe Faria e Pedro Castro trazem ao CCB um espectáculo onde os instrumentos antigos produzem sons novos. Flautas, oboés, gaita de foles e até um iPad: é o som a reinventar-se.

Sala Almada Negreiros. Sáb 11.45, 13.30 e 16.00. 4€.

Publicidade

Tocá Rufar

Todos na rua que a festa é lá fora. Tocá Rufar é a orquestra e o nome do espectáculo que resulta de uma formação musical de crianças, jovens e adultos, e onde os intérpretes são os próprios alunos. Com esta orquestra de percussão tradicional portuguesa – com naipes de bombos, caixas de rufo e timbalões – não vai faltar animação no Big Bang Lx.

Praça CCB. Sáb 12.30 e 17.00. Entrada livre.

Jukebox e Caixa de Ressonância

A Ofício das Artes é uma associação que se dedica ao ensino e desenvolvimento de actividades artísticas, em especial da música e da construção de instrumentos musicais. A Caixa de Ressonância e a Jukebox desafiam o público à interacção e exploração da diversidade de sons percutidos, beliscados e friccionados. Tudo num ambiente harmonioso, para que a arte inspire os miúdos no dia-a-dia.

Praça do CCB. Sáb 10.30-13.00 e 14.00-17.00. Entrada livre.

Mais que fazer em Lisboa com miúdos

parque da serafina
Fotografia: Manuel Manso
Miúdos

101 coisas para fazer em Lisboa com crianças

Enfie a família toda no carro e parta à descoberta do que a cidade tem para oferecer aos mais novos. São 101 coisas para fazer em Lisboa com crianças – todas elas bem divertidas também para os pais.

Notícias, Crianças

Até ao final do ano, há cinema para miúdos no Monumental

Não é novidade na cidade, uma vez que arrancou no Verão, mas como tudo o que corre bem vale a pena continuar, o Monumental dos Miúdos não foge à regra. Até ao final de Dezembro, o Cinema Monumental vai receber um ciclo de cinema dedicado aos mais novos, durante todos os fins-de-semana.  

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com