Os 40 sítios que tem de descobrir no Open House 2017

Entre, as chaves da cidade são suas. Entre os 87 espaços aderentes, há 40 que tem mesmo de visitar.

©DREscola de Hotelaria e Turismo de Lisboa

Lisboa recebe de braços e portas abertas a sexta edição do Open House que convida os lisboetas a entrar em 87 espaços únicos. A Time Out traça-lhe um roteiro com 40 locais onde tem mesmo de ir sem bater à porta, porque ‘mi casa es tu casa’ durante este fim-de-semana. 

Nesta edição há 37 espaços novos, dos quais seleccionámos 21, e os 50 restantes são espaços repetentes, que passaram nas provas noutros anos e cá estão novamente. A nossa selecção vai para 19.

1

Terminal de Cruzeiros

Com fim à vista (e rio também), estão as obras do futuro Terminal de Cruzeiros de Santa Apolónia. Vai poder já ter uma preview da espécie de miradouro que ali vai nascer. Terá capacidade para 1,8 milhões de passageiros e um cais com 1425 metros de comprimento.

Ler mais
Alfama
2

Cemitério dos Prazeres

Constituído quase exclusivamente por jazigos particulares, foi construído no período romântico, em 1833, por ocasião da epidemia de “cólera morbus”. Na Capela dos Prazeres encontra a antiga sala de autópsias e desde 2001, o Núcleo Museológico. Siga a visita guiada pela última morada de uma série de personalidades e admire o património arquitectónico. 

Ler mais
Campo de Ourique
Publicidade
3

Centro de Meditação

Escondidinho numa sub-cave ninguém dá nada pelo sítio até entrar. Um espaço onde a luz constrói os diferentes ambientes. Pode apanhar uma aula de meditação a meio, por isso toda a calma é necessária.

Ler mais
Campolide
4

Palácio Chiado

São 1000m² dedicados à gastronomia, onde antes se erguia o Palácio do Barão de Quintela. Tectos trabalhados, frescos, vitrais e escadarias de mármore, ou não fosse este um grande símbolo da aristocracia (e até alojou o General Junot).

Ver preços Ler mais
Chiado
Publicidade
5

Hotel Britania

3 /5 estrelas

O projecto é de Cassiano Branco e data de 1944, sendo que este é o único hotel desse período que chegou intacto até aos dias de hoje. Aquelas paredes acolheram grande tertúlias literárias nos anos 50.

Ver preços Ler mais
Avenida da Liberdade
Publicidade
7

Claus Porto

5 /5 estrelas

Importada do Porto, a marca portuguesa de fragrâncias reflecte na arquitectura das lojas a herança de 130 anos de história. As paredes com vitrinas de madeira foram deixadas da antiga farmácia que antes ocupava o local.

Ler mais
Bairro Alto
8

Palacete Barão de Santos

Este palacete no Príncipe Real já foi sede do Instituto Camões e estava desde 2000 ao abandono. A reabilitação em curso manteve a tipologia de palacete, mas em breve vai ser dividido por quatro fracções privadas (depois do Open House não vai poder ver mais nada).  

Ler mais
Princípe Real
Publicidade
9
Santa Clara 1728

Santa Clara 1728

Bem perto de onde mora o Eusébio e a Amália, um palacete do séc. XVIII transformou-se numa sumptuosa casa de hóspedes, a Santa Clara 1728. A pedra calcária de lioz, o azulejo tradicional e a madeira ditam o estilo desta recriação de uma casa senhorial.

10
Apartamento Arriaga

Apartamento Arriaga

O dono deste apartamento foi também o arquitecto que o projectou. Paulo Albuquerque Goinhas quis mostrar a sua obra, sobretudo a trabalheira que teve a fazer o chão da cozinha — pedra a pedra.

Publicidade
11

Sede da EDP

Quando visitar a sede da eléctrica portuguesa vai poder ver os escritórios open space, onde durante a semana processam as suas facturas de electricidade. As duas torres são perpendiculares ao rio e uma praça de uso público (e instagramável a valer).  

Ler mais
Chiado/Cais do Sodré
12

Second Home

Não é uma estufa, nem uma selva. É um local de cowork. Aqui põe-se o trabalho em dia, mas num ambiente deveras amazónico. O Second Home foi importado de Londres e completa a renovação do Mercado da Ribeira.

Ler mais
Cais do Sodré
Publicidade
13
Apartamento na Av. Estados Unidos da América

Apartamento na Av. Estados Unidos da América

O edifício remonta a arquitectura lisboeta dos anos 50. O apartamento foi pensado para ser um atelier, com uma vista panorâmica, foi adaptado para habitação. Há muita luz a entrar pelas vidraças das marquises.

14
  Atelier Reabilitado em Madeira, Terra e Cal

Atelier Reabilitado em Madeira, Terra e Cal

É uma maqueta em tamanho real. Aqui, os arquitectos torna-se os artesãos e é lá que experimentam os materiais como a madeira, a terra e a cal — daí o nome. Trocado por miúdos: é um laboratório de arquitectura, mas em bom.

Publicidade
15

Campo das Cebolas

O Campo das Cebolas continua num vaivém de grandes obras e limpezas, tudo para se tornar numa zona plana e arejada, no meio do caos daquelas ruas. É uma bela forma de visitar a obra sem ter de usar capacete.

Ler mais
Santa Maria Maior
16
Casa Pascal Lobry

Casa Pascal Lobry

Junto à muralha do Castelo está este apartamento que ainda cheira a novo. Algumas paredes são revestidas de papel de parede pintado à mão (veja-se a trabalheira e o pormenor) e há muita madeira pintada, sinal da modernidade.

Publicidade
17
Escritório Pure

Escritório Pure

Trata-se do escritório de uma app de dating. Com isto já deveria ser atrativo o suficiente, mas como se não bastasse é um sítio mesmo misterioso e intimista. As cortinas são o elemento chave, porque modelam o espaço e adaptam-no — pode ser um espaço amplo ou com divisões.

18

Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa

Inaugurada em 1958 — está bem tratada por dentro, acredite — esta escola também é um hotel, mais precisamente, o Hotel da Estrela, um antigo palacete do séc. XVIII. É um equilíbrio entre o novo e o antigo.

Ler mais
Lisboa
Publicidade
19

Palácio Almada Carvalhais

Classificado em 1919 como um Monumento Nacional, este palácio é um dos raros exemplares da arquitectura civil do século XVI. Quando a terra tremeu, em 1755, parte do palácio foi destruída e, agora, a reabilitação total até integra um jardim no logradouro.

Ler mais
Chiado/Cais do Sodré
20
Casa Zero

Casa Zero

Dois espaços que combinam mas parecem não co-habitar de forma próxima um com o outro: uma casa e uma garagem. Aqui trata-se precisamente de uma casa-garagem. Um espaço para o carro e outro para o homem. O espaço é pequeno, com muita luz.

Publicidade
21
Apartamento em Alfama

Apartamento em Alfama

Nada mais do que 55 m² para um apartamento em Alfama. Sabe o que é engraçado? A cozinha ocupa o centro da habitação, o que equivale à importância que, por cá, em Portugal, damos à cozinha. Todos gostamos de uma boa jantarada. Ah, e a pedra mármore é quem veste as calças nesta casa.

1

Amoreiras 360° Panoramic View

Lá em cima está o tiroliroliro e também está o Amoreiras 360° Panoramic View, mais precisamente a 174 metros de altura. Se gosta de ver Lisboa lá do alto este talvez seja o sítio perfeito para o fazer. Ora vê o rio Tejo, ora a ponte, passando os olhos pelo Castelo  ou pela Torre de Belém. Versatilidade de vista acima de tudo.

Ler mais
Campolide
2

Fundação Champalimaud

São experts em tudo o que toca à investigação em cancro e neurociências, mas juntamos-lhe mais uma pitada de mérito pelas instalações. Três edifícios que somam um total de 65 mil m². Sabia que, vista do rio, a Fundação tem a forma de uma embarcação?

Ler mais
Belém
Publicidade
3

Galeria do Loreto

Havia cinco galerias que integravam o sistema do Aqueduto das Águas Livres e esta era uma delas. A extensão total chega aos 2835 metros, tudo subterrâneo, e dantes abastecia locais como a Imprensa Nacional, o passeio de São Pedro de Âlcantara e a Misericórdia.  

Ler mais
Avenida da Liberdade/Príncipe Real
4

Igreja Sagrado Coração de Jesus

Certamente já terá passado por esta Igreja sem dar conta dela. A marota passa despercebida mas merece toda a nossa atenção. Não é uma igreja comum, vai beber ao modelo de igreja romana primitiva onde o betão é o elemento central.  Em 1975 ganhou o Prémio Valmor.

Ler mais
Avenida da Liberdade/Príncipe Real
Publicidade
5

Central Norte de Recolha Pneumática de Resíduos Urbanos

Este é facto para guardar na cartola e nos gabarmos de vez em quando: temos a maior central com sistema de tratamento de resíduos sólidos do mundo. Tubos, canos, metal e aço por todo o lado, mas a tecnologia é de ponta. Não é todos os dias que se vê uma central destas a trabalhar.

Ler mais
Parque das Nações
6
Supremo Tribunal de Justiça

Supremo Tribunal de Justiça

A ala pombalina nordeste da Praça do Comércio onde está o Supremo foi contruída após o terramoto. Mouzinho da Silveira foi o grande obreiro deste edifício que funciona desde 1833 e é lá que se mantém o topo da organização judiciária em Portugal  de pedra e cal (e muitos dourados e veludos) desde essa altura.

Publicidade
7

Centro Ismaili

Faz parte de uma rede internacional de instituições de desenvolvimento social, cultural e económico que servem pessoas de todas as fés, contextos e origens. A arquitectura é de inspiração islâmica aliando-se a uma construção contemporânea.

Ler mais
Sete Rios/Praça de Espanha
8

Centro de Inovação Da Mouraria

É a chave da reabilitação da vida urbana nesta zona da cidade e, mais que isso, serve de incubadora para as indústrias criativas e culturais que brotam pela cidade. O Centro ocupa uma antiga casa senhorial do século XV onde só as paredes ficaram para contar a história. Os materiais contemporâneos reforçam e iluminam o espaço.

Ler mais
Santa Maria Maior
Publicidade
9

Teatro Nacional de São Carlos

Num dia normal não poderia visitar os bastidores deste teatro, mas durante este fim-de-semana pode e verá os cenários megalómanos que pesam centenas de quilos. O interior do espaço espelha um barroco rico, com adaptações de séculos anteriores, e com um ambiente aristocrático douradinho. De ficar de boca aberta.

Ler mais
Chiado
10

Teatro Thalia

Em 1862, o teatro foi devastado pelo fogo e ficou assim até 2009, quando finalmente foi reabilitado. Hoje, coexistem dois espaços diferentes: um moderno, visível no exterior, e as ruínas, que só se veêm do interior. O teatro é ele mesmo uma obra cénica.

Ler mais
Sete Rios/Praça de Espanha
Publicidade
11
 Apartamento na Rodrigo da Fonseca

Apartamento na Rodrigo da Fonseca

Vai ficar surpreendido com as dimensões desta casa. O corredor tem 15 metros de profundidade e agora abre-se à luz natural e ao branco que a decoração moderna trouxe. O contraste do branco com o chão de madeira e os sofás puxam ao design dos anos 50.

12

Paços do Concelho

Não vamos mais longe: foi aqui que se proclamou a República, a 5 de Outubro de 1910. Caso vá visitar o edifício fique a saber que vai ter acesso à sala de arquivo, à escadaria principal e ao salão nobre caracterizado pelas pinturas ricas da cidade de Lisboa.

Ler mais
Santa Maria Maior
Publicidade
13

Reservatório da Patriarcal

3 /5 estrelas

No subsolo da Praça do Príncipe Real há uma câmara de pedra que alberga este reservatório, construído entre 1860 e 1864, que se tornou o mais importante na rede de distribuição de água na baixa, abastecido pelo Aqueduto das Águas Livres. Tenha calma, não precisa de levar galochas.

Ler mais
Princípe Real
14

Aeroporto Humberto Delgado

Vá ver os aviões levantar voo. O Estado Novo trouxe obras imponentes, é o caso do aeroporto que se constituiu como um marco na mudança da arquitectura da altura. Se nunca teve a sorte (ou o azar) de andar na pista do avião pode visitar a plataforma de estacionamento das aeronaves.

Ler mais
Encarnação
Publicidade
15

Aqueduto das Águas Livres

3 /5 estrelas

São 58 km de extensão de pura engenharia hidráulica. O Aqueduto assenta em 35 arcos monumentais, que resistiram ao terramoto de 1755, e é o elemento mais icónico do antigo sistema de distribuição de água da cidade.

Ler mais
Campolide
16

Biblioteca Nacional

O edifício foi inaugurado em 1969, mas entre 2008 e 2012 sofreu obras de ampliação. A visita durante o Open House vai levá-lo por caminhos nunca dantes navegados: o acervo e a área da conservação.

Ler mais
Campo Grande/Entrecampos/Alvalade
Publicidade
17

Hotel Ritz

5 /5 estrelas

É o primeiro grande hotel de luxo construído de raiz na cidade. Nem só de quartos requintados se faz este hotel, lá dentro uma vasta colecção de obras de artistas plásticos portugueses.

Ver preços Ler mais
São Sebastião
18

MUDE - Museu do Design e da Moda

5 /5 estrelas

Ainda não há data para reabertura, mas a ideia é mesmo que visite a obra em curso. O traço original das antigas instalações do Banco Nacional Ultramarino vai ser mantido mas as acessibilidades vão ser melhoradas.

Ler mais
Baixa Pombalina
Publicidade
19

Fundação Calouste Gulbenkian

O edifício e o seu jardim formam um espaço de fusão onde é muito fácil passar uma tarde, ora esticado na relva ora no museu. Este edifício, pelas suas qualidades arquitectónicas, foi elevado a Monumento Nacional.

Ler mais
São Sebastião

Outras coisas para fazer este fim-de-semana

Fim-de-semana perfeito em Lisboa

Escolher um sítio para jantar, um concerto a não perder, uma boa sessão de cinema, uma visita para se deixar guiar, uma feira para dar largas às compras. Parece simples, mas às vezes dá trabalho. É para isso que cá estamos. Não dê mais voltas à cabeça a decidir o que fazer no fim-de-semana. A não ser que lhe digamos para ir andar na montanha russa.  

Ler mais
Por Francisca Dias Real

Os Dias de Marvila, onde se celebra o matrimónio cultural

Entalada entre o Parque das Nações e Santa Apolónia, Marvila é periferia no centro da cidade. A primeira edição de Os Dias de Marvila acontece de sexta a domingo (22 a 24 de Setembro) e celebra o matrimónio cultural entre os vizinhos Teatro Maria Matos (Alvalade) e Biblioteca de Marvila, localizados em freguesias limítrofes. 

Ler mais
Por Francisca Dias Real
Publicidade

Comentários

0 comments