0 Gostar
Guardar

As melhores lojas e mercados biológicos de Lisboa

Venha conhecer uma das tendências do momento e saiba como abastecer a sua despensa com produtos 100% biológicos

Fotografia: Arlindo Camacho
Biomercado

Mas afinal o que é isto do biológico? É coisa de grilos e de vegetarianos? É para malta que não usa casacos de peles e que se ata a chaminés de navios em defesa dos direitos do ouriço-do-mar? O engenheiro agrónomo Nélson Silva, especializado em agricultura biológica, diz que é o futuro da alimentação. E garante que é para todos. Até para os aficionados da carne mal passada e da feijoada à transmontana.

"Na agricultura biológica, não são permitidos pesticidas nem adubos químicos e a carne é produzida com respeito pelos ciclos naturais dos animais, sem uso de antibióticos ou hormonas de crescimento. Isto permite preservar a saúde dos consumidores, dos produtores e do planeta já que um dos principais responsáveis pela contaminação dos solos e da água são os sistemas intensivos de agropecuária", explica. Mas como ter a certeza de que se leva para casa carne, fruta e legumes fresquinhos, saborosos e livres de químicos bons para fabricar pneus? Fácil: todos os produtos bio estão identificados com o logótipo europeu de Agricultura Biológica. É só procurar a folhinha verde.

As melhores lojas e mercados biológicos de Lisboa

Brio

Brio

O cogumelo reishi, que promete vida eterna a quem o comer regularmente, é uma das coisas mais intrigantes nas prateleiras do Brio. “Os chineses chamam-lhe cogumelo da vida”, explica a engenheira agrónoma Mariana Cabral, responsável de comunicação destes supermercados (são cinco só na zona de Lisboa). É com ela que descobrimos também o chá matcha, um superalimento oriental que acelera o metabolismo e ajuda a emagrecer. A estudante Joana Simões, 19 anos, é cliente regular da loja do Chiado e já experimentou. “Sabe a chá verde, mas é mais eficaz para quem quer perder peso”, garante. Mas nem só de infusões e cogumelos vive o Brio. Legumes, frutas, detergentes, queijos, leite, fraldas para bebé: há de tudo. A secção sem glúten também tem uma oferta variada de bolachas, cereais e massas. Boa é ainda a garrafeira que inclui vinhos brancos, tintos, rosés, espumantes, cervejas, gins e cidras. Para fazer a melhor escolha peça ajuda que os funcionários são simpáticos. E se mesmo assim não encontrar o que quer, pode sempre encomendar. Por cinco euros, o Brio faz entregas em casa para compras acima de €75.

Travessa do Carmo, 1 (Chiado). 21 342 7324. chiado@brio.pt. Seg-Sex 09.00-20.00, Sáb 10.00-20.00 e Dom 12.00-19.00.

Miosótis

Ainda a moda do biológico não era moda e já Ângelo Rocha vendia fruta sem químicos, carne sem hormonas e outros produtos amigos da saúde e do planeta no Miosótis – o primeiro supermercado 100% biológico de Lisboa. Passaram nove anos e a clientela mudou. Nos corredores, os hippies e os vegetarianos do início cruzam-se agora com reformados, executivos, estudantes e famílias que vêm até aqui abastecer o frigorífico. “Tem a maior variedade de frescos, carne e peixe bio e também os melhores preços da cidade”, garante a gestora Mariana Ferreira, cliente fiel, que todas as semanas leva um carrinho para casa. Prestes a abrir uma nova loja com mil metros quadrados e um megaparque de estacionamento (que o tornará no maior supermercado biológico do país), tem também uma agenda cultural preenchida: animações culinárias, workshops, palestras, espectáculos, actividades para crianças e consultas de homeopatia nutricional para aprender a comer melhor.

Rua Latino Coelho, 89. 21 314 7841. iomiosotis@gmail.com. www.biomiosotis.pt. Seg-Sáb 09.00-20.00.

Villabio

Villabio

É a grande novidade do Restelo. Inaugurada há pouco tempo, a primeira loja biológica do bairro vende legumes e frutas frescas, vinhos e azeite, queijos e snacks, champôs e papel higiénico, mas também organiza workshops sobre alimentação saudável e consultas de nutrição. O que mais surpreende, no entanto, é o spa com massagens e tratamentos à base de produtos biológicos. “Acreditamos que biológico não é uma tendência, mas sim o futuro”, diz Sandra Perestrello, uma das sócias.

Rua Gonçalves Zarco, 18 C. 21 301 1518. geral@villabio.pt. www.facebook.com/VillaBio.pt. Seg-Sex 9.30-20.00 e Sáb 09.30-13.00.

Biomercado

Biomercado

Na maior garrafeira biológica do país – tem mais de 80 rótulos, quase todos portugueses – há tintos e rosés, brancos e verdes, espumantes e licores, gins e portos. Mas nem só de vinho vive o Biomercado. Vive de legumes e de fruta, de carne (sem hormonas e de pasto tradicional), de peixe (de pesca artesanal), de produtos de cosmética e de higiene, de detergentes e de cereais, de chás e de especiarias. E vive de uma cafetaria que serve refeições e bebidas ao longo do dia e brunchs ao fim-de-semana. O ex-líbris da casa é o frango assado para take-away. “Custa 15,99€/quilo, mas meio frango nosso equivale a um inteiro de criação convencional”, garante o responsável pelo espaço, Miguel Monteiro. “Os frangos biológicos crescem durante 90 dias ao ar livre, são alimentados com rações bio e soja não transgénica.” A loja tem parque de estacionamento grátis, mesmo ao lado da entrada principal.

Avenida Duque de Ávila, 141 B. 96 785 8091. apoioaocliente@biomercado.com.pt. www.biomercado.com.pt. Seg-Sáb 09.00-20.00 Dom. 10.00-20.00.

Bebé Gourmet

Bebé Gourmet

Já questionou se aquela jardineira de vitela com validade de três anos na prateleira do hipermercado vai fazer bem ao miúdo? A empresária Ana Salvador fartou-se de pensar no assunto depois de ser mãe e decidiu que não queria alimentar as filhas a boiões, mesmo que fosse pontualmente. E assim nasceu a Bebé Gourmet, uma marca portuguesa especializada em comida pré-cozinhada para bebés e crianças entre os 6 meses e os 6 anos feita com ingredientes biológicos. Há sopas infantis (a partir de 1,20€), pratos principais (a partir de 2,20€) e sobremesas (1,25€) num menu semanal elaborado por uma especialista em nutrição infantil. Tudo é cozinhado diariamente por gente real, numa cozinha verdadeira, com legumes e frutas frescas, peixe do mar e carne não processada. Há refeições prontas (com uma validade de três dias) e ultracongeladas (com uma validade de três meses). Validade de três anos, ali, é que não há.

Rua Fernando Namora, 45C (Telheiras). 21 727 6023. info@bebegourmet. pt. www.bebegourmet.pt. Seg-Sex 12.00-20.00 e Sáb 10.00-14.00.

Alfazema

Alfazema

Não é fácil de encontrar, mas vale o esforço. O mercado Alfazema fica escondido numa travessa sem saída, entre a Infante Santo e a Lapa, e tem estacionamento mesmo à porta, coisa rara nesta zona da cidade. Mas vamos ao que interessa: o que é que o Alfazema tem? Tem tudo o que se quer: legumes, fruta, pão, cereais, café, chá, leite, iogurtes, doces, compotas, azeite, peixe, carne, detergentes e centenas de outras coisas, do convencional ao estrambólico. “Sempre que possível privilegiamos os produtores nacionais”, diz o proprietário, Mário Rosário, enquanto cumprimenta a fornecedora de citrinos, com uma produção no Alentejo, antes de dar algumas dicas: se quer comprar legumes frescos, os melhores dias são as terças e a quintas-feiras, para peixe aposte nas terças, quintas e sábados e para carne vá também à quinta. O Alfazema tem ainda uma cafetaria e um restaurante vegetariano. E um serviço de entrega ao domicílio disponível para compras superiores a 40€.

Rua Santana à Lapa, 113. 21 395 1522. alfazema@mercadobio.pt. www.mercadobio.wix.com/alfazema. Seg-Sáb 09.00-20.00.

Bioino

Bioino

Escreve-se Bioino, mas diz-se Bi-ó-hino – e se quisermos ser pirosos, podemos afirmar que é um hino aos produtos biológicos. A proprietária russa, Elena Zarozhnaya, começou nestas andanças biológicas há mais de 15 anos, quando chegou a Lisboa. “A fruta e os legumes que comprava nos hipermercados não tinham sabor”, lamenta. “Por isso, comecei a sair da cidade à procura de bons produtos agrícolas, autênticos e saborosos.” Daí até começar a vender cabazes biológicos online foi um instante. Aliás, esta continua a ser a grande aposta da loja, aberta há pouco tempo. Além de mercearias, cosméticos, compotas, leites, legumes e frutas, a Bioino tem um must try: o pão alentejano, 100% biológico, único em Lisboa. Outro produto obrigatório é o sal verde – uma planta chamada salicórnia que cresce nas salinas e que é uma alternativa mais saudável ao sal. E se em vez de ir à loja preferir encomendar um cabaz, basta enviar um email para receber de volta a lista com produtos disponíveis. Depois é escolher e encomendar pela mesma via. O mínimo é 15€ e as entregas, às quintas-feiras, são grátis em toda a cidade.

Alameda dos Oceanos, Loja 3.14.02G (Parque das Nações). 21 607 9246. geral@bioino.pt. Seg-Sex 09.30-20.30 e Sáb 09.30-19.00.

Maria Granel

Maria Granel

Atrás do balcão o responsável pela loja, Jorge Cabral, trata pelo nome as senhoras que entram e saem. “Boa tarde dona Isabel. Se cá passar daqui a uma hora já devo ter a sua encomenda.” A dona Isabel queria ovos, mas na Maria Granel – onde tudo se vende ao peso – há muito mais para rechear a despensa: 240 produtos, para sermos mais precisos. Azeitonas, tremoços, pão, feijão, grão, frutos secos, chás infusões, mel, cereais de pequeno-almoço, arroz, gomas e outras mercearias secas. Mas porque é que vale mesmo a pena ir até lá? Porque – sem contar com as lojas do Martim Moniz – tem uma das secções de especiarias e condimentos mais exóticas e completas da Península Ibérica. Caril de madras (com mostarda e piripiri), misturas aromáticas para pizzas, grelhados, saladas e peixe são alguns exemplos. Também há coisas com nomes estranhos para descobrir: agastache (digestivo com sabor a anis), gomásio (combinação de sementes de sésamo com sal) e hipericão (recuperador hepático – bom para pós-festas mais difíceis). Ingredientes novos que prometem quebrar a monotonia na cozinha.

Rua José Duro, 22B. 21 135 1896. geral@mariagranel.com. Todos os dias 10.00-19.00.

Amor Bio

Amor Bio

Pedro Matos tinha um sonho: “Vender coisas que fazem bem às pessoas”, conta enquanto passeia pelos corredores da loja Amor Bio e aponta para os produtos mais especiais nas prateleiras, como chocolates 100% cacau, iogurtes de cânhamo e de leite de coco ou petinga em lata nacional. “Sou consumidor de produtos biológicos há mais de 15 anos e tenho a ambição de tornar estes produtos acessíveis à maior parte das pessoas.” A loja vende tudo o que se encontra num supermercado convencional, mas em versão bio – das mercearias secas ao bacalhau salgado, passando pelos frescos, sumos, cosmética e produtos para criança. Há também uma cafetaria e uma loja online, com serviço de entrega em todo o país.

Praça de Alvalade, 9A. 21 099 6694. info@amorbio.pt. www.amorbio.pt. Seg-Sáb 09.30-20.30 e Dom 10.00-18.00.

Organii Bebé

Organii Bebé

Fraldas reutilizáveis, porta-bebés em materiais orgânicos, roupa de algodão biológico, camisolas em lã merino (impermeável e reguladora da temperatura corporal, que mantém o bebé confortável sem picos de frio ou calor), brinquedos ecológicos fabricados com tintas vegetais à base de água (sem níquel nem chumbo), carrinhos de plástico reciclado, champôs, óleos e cremes sem químicos ou parabenos: bem-vindo à primeira loja portuguesa bio para gente de palmo e meio. “Temos tudo para o enxoval dos bebés e das crianças dos zero aos cinco anos”, garante Filipa Belo, directora da Organii. E parece haver mesmo tudo: até chuchas e pastas dos dentes feitas com materiais amigos do planeta. As mães não foram esquecidas: além de produtos, têm workshops sobre parto, amamentação e outros temas ligados à maternidade.

Praça do Príncipe Real, 26. 21 099 9763. Todos os dias 12.00-20.00.

Comentários

1 comments
Hugo S
Hugo S

Este texto é enganador. Em agricultura biológica são utilizados pesticidas baseados em metais pesados, sucedâneos do petróleo, extractos de bactérias, bactérias y vírus.