As Cinzas Brancas Mais Puras

Filmes, Drama
Escolha dos críticos
4 /5 estrelas
As Cinzas Brancas Mais Puras

A Time Out diz

4 /5 estrelas

Desde os seus primeiros filmes, datados de finais do
 século passado, que Jia Zhangke se impôs como um dos mais consistentes
 e talentosos atentos, cronistas das alterações que transformaram a China numa superpotência, e do efeito que tiveram sobre a sociedade, a paisagem, os modos de vida e as pessoas.

Este é o tema de praticamente todas as suas fitas desde Going Home (1995), e Pickpocket (1997) mas Zhangke liga-o sempre a histórias humanas, colectivas ou individuais, numa compaginação que resulta em benefício mútuo.

Passado entre 2001 e
a actualidade, As Cinzas Brancas Mais Puras desenvolve-se num quadro narrativo que comunga do policial e do melodrama,
e cujos protagonistas, Bin, um mafioso (Fan Liao) e a namorada,Qiao (Tao Zhao, mulher do realizador e sua actriz de eleição) vêem
as vidas truncadas pelas aceleradas modificações do seu país. Mas a tenaz Qiao, que fez uma pena de prisão por Bin, não desiste de reconquistar o homem que forças globais muito poderosas mudaram, e afastaram dela.

O realizador revisita aqui locais onde ambientou alguns dos seus filmes anteriores, e nunca deixa que a grande história do país em transformação se sobreponha à história particular das personagens.

Por Eurico de Barros

Por Eurico de Barros

Publicado:

Detalhes

Detalhes da estreia

Elenco e equipa

Realização
Jia Zhangke
Argumento
Jia Zhangke
Elenco
Zhao Tao
Liao Fan

A vossa opinião

LiveReviews|0
1 person listening