Sinónimos

Filmes, Drama
2 /5 estrelas
Sinónimos

Não tenho nada contra os artistas em geral porem em cena as suas dores, as suas apreensões, aflições ou destrambelhamentos, desde que o concretizem de uma maneira minimente perceptível para o espectador. É exactamente o que o israelita Nadav Lapid (O Polícia, The Kindergarten Teacher) não faz em Sinónimos, filme onde, através de um alter ego, Yoav (Tom Mercier) conta a sua intensa, raivosa, desesperada rejeição do seu país, da sua identidade israelita, até mesmo do seu judaísmo. E isso passa, logo a começar, pela recusa veemente de falar hebraico e pela adopção da língua do país onde se foi procurar refúgio (a França) e no qual se quer assimilar. Por isso, uma das primeiras coisas que Yopav faz quando chega a Paris é arranjar um dicionário. Esta tentativa de “desnacionalização” e “desnaturalização”, e de entrada (ilusória) noutro país, noutra língua e noutra cultura, é filmada por Lapid num permanente torvelinho visual, psicológico e emocional, que rapidamente exaspera e fatiga. Sinónimos é o filme confuso de um homem em total confusão interior.

Por Eurico de Barros

Por Eurico de Barros

Publicado:

Detalhes da estreia

Elenco e equipa

LiveReviews|0
1 person listening