Dá-lhe Gás: as piores e melhores cervejas artesanais que provámos em 2016

Saia da mesmice instituída pelo refrigerante confortável e aventure-se no mundo das cervejas artesanais

Fotografia: Ana Luzia

Desde Outubro que andamos a provar várias cervejas artesanais para agora, em jeito de balanço de fim de ano, lhe darmos a conhecer as melhores e piores que bebemos.

As piores e melhores cervejas artesanais que provámos em 2016

Racer 5 IPA

Racer 5 IPA

4 Estrelas
Bear Republic| IPA| 7,5%

É um clássico americano. Produzida pela cervejeira californiana Bear Republic, fundada em 1995 e amplamente premiada, é um bom exemplo de uma India Pale Ale da Costa Oeste dos Estados Unidos: carregada de lúpulos americanos (Centennial, Chinook, Cascade e Columbus), amarga, frutada e com o álcool bem presente. É claro que, por estes dias, há IPAs melhores, mais amargas e mais fortes, mas continua a ser uma cerveja complexa e equilibrada – além de influente.

Preço: 4,38€

Americano Stout

Americano Stout

4 Estrelas
Stone Brewing| Imperial Stout| 8,7%

Estão a ver aquela stout que se vende em todo o lado? A Americano Stout da Stone não tem nada a ver. O café é a primeira coisa que se sente, antes ainda de levar o copo à boca. E é normal que assim seja. A Stone, uma das principais produtoras artesanais americanas, misturou mesmo grãos de café com os demais ingredientes, e isso nota-se. É verdade que o café não é a única estrela – o amargo frutuoso dos lúpulos também está lá, sentem-se os maltes torrados e notas de chocolate – mas destaca-se. Para começar bem o dia ou acabar bem a noite.

Preço: 5,78€ 

Publicidade
Softly Softly

Softly Softly

3 Estrelas
Lervig, Redchurch| Sour Red| 6,66%

É o chamado tag team cervejeiro: os noruegueses da Lervig, gente muito dada a colaborações, juntaram-se aos ingleses da Redchurch Brewers. O fruto da união é esta Softly Soflty, uma sour ruiva, de inspiração belga, envelhecida em barris de xerez. Com corpo acastanhado e espuma creme, aroma a passas e especiarias, e um sabor ligeiramente vínico e amargo, com notas de figo e frutos vermelhos. Mas nada disto é suficiente distintivo para ficar com vontade de abrir uma segunda (e uma terceira e uma quarta) garrafa. Uma boa cerveja, que não chega a maravilhar.

Preço: 4,40€ na Zymology

Finisterra

Finisterra

4 Estrelas
Dois Corvos| Imperial Porter| 8%

O cabo Finisterra, na Galiza, é um dos pontos mais ocidentais da Europa. A Finisterrra Imperial Porter da Dois Corvos é igualmente superlativa: é uma das cervejas mais gostosas de Portugal. Uma imperial porter negra e encorpada, como manda a lei, cremosa e com uma espuma viva e acastanhada. No aroma destacam-se os maltes tostados, a fazerem lembrar um cimbalino. Com sabor a café e, talvez, caramelo – mais até do que o chocolate que se esperaria de uma porter – e notas de fruta, antes do final torrado e reconfortantemente alcoólico. Guloso.

Preço: 4,30€ no Duque Brewpub

Publicidade
Pannepot Grand Reserva Vintage 2011

Pannepot Grand Reserva Vintage 2011

5 Estrelas
Struise| Belgian Strong Ale| 10%

Está tudo certo aqui. A Pannepot Grand Reserva é uma maravilha belga, forte e aveludada – nem se dá pelos  de álcool. Uma strong ale envelhecida em barris de madeira, com um corpo turvo, castanho escuro e opaco, e uma espuma creme. Com um cheiro ebriático e notas de frutos como figo, ameixa e algum chocolate. Aconchegante.

Preço: 7,45€ na Zymology

Joe da Silva

Joe da Silva

3 Estrelas
Oitava Colina| American Pale Ale| 5,5%

Os cervejeiros da Oitava Colina não sabem fazer uma má cerveja. A IPA deles é a melhor que se faz por estas bandas, a porter e a lager também não desiludem, as edições limitadas, de um modo geral, idem, e as colaborações têm trazido ao de cima o melhor de cada cervejeiro. A nova Joe da Silva, apesar de não ser incrível, é uma boa american pale ale, lupulada e com um corpo dourado, como seria de esperar, é ligeiramente amarga, com notas cítricas e herbáceas. Ainda não foi desta que borraram a pintura.

Preço: 4,05€ no Duque Brewpub

Publicidade
Twist & Stout

Twist & Stout

4 Estrelas
Musa| Oatmeal Stout| 5,5%

A Musa precisou de menos de um ano para se destacar no meio das cervejas artesanais lisboetas. E há um par de semanas introduziram uma quarta cerveja, a Twist & Stout, que se junta ao trio inicial – Born in the IPA, Red Zeppelin Ale e Mick Lager; a Foi Bonita A Festa IPA não entra nestas contas. Uma stout com aveia de corpo aveludado, castanho e muito escuro, com espuma bege. Na boca e no nariz o café sobrepõe-se aos outros aromas, como é suposto, mas é contrabalançado por um doce caramelizado e notas de avelã. É a melhor cerveja da Musa.

Preço: 2,49€ no El Corte Inglés

West Coast IPA

West Coast IPA

4 Estrelas
Green Flash| Double IPA| 8,1%

O nome não deixa muita margem para dúvidas: a West Coast IPA da Green Flash é uma IPA à moda da Costa Oeste americana, ou seja, bastante lupulada, ligeiramente amarga, frutada e com o álcool muito presente. Não obstante, o nome não diz tudo. Não diz, por exemplo, que esta não é uma IPA, mas antes uma DIPA (Double India Pale Ale). Também não diz que o doce dos maltes está muito, talvez demasiado, presente. Ainda assim, o cheiro a pinho e toranja, bem como as notas de citrinos e frutos tropicais que dominam o palato acabam por fazer jus ao nome.

Preço: 3,90€ no Deli Delux

Publicidade
4 Hop IPA

4 Hop IPA

3 Estrelas
Rogue| India Session Ale| 4,44%

O cheiro espalha-se pela sala assim que se começa a verter o conteúdo da garrafa para o copo: tangerina, toranja, algum melão. O cheiro, sublinhe-se, é o ponto alto da prova. Com apenas 4,4% de álcool, a 4 Hop IPA da Rogue é a mais leve de uma série de quatro India Pale Ales – que inclui também uma 6 Hop IPA, uma 7 Hop IPA e uma 8 Hop IPA – feitas com lúpulos produzidos pela cervejeira americana. Uma cerveja pouco encorpada, de cor dourada e com uma fina espuma branca. É previsivelmente fácil de beber, com o sabor cítrico dos lúpulos em destaque, e quase nem se dá pelo malte. No entanto, falta-lhe alguma complexidade que nos obrigue a voltar a ela uma e outra vez.

Preço: 3,50€ em www.saveur-biere.com

Kaffe Og Røg

Kaffe Og Røg

4 Estrelas
To Øl| Smoked Dark Ale| 9%

De acordo com os serviços de tradução do Google, “Kaffe Og Røg” significa “café e fumo” em dinamarquês. São precisamente esses os sabores que se destacam nesta cerveja inspirada nos cafés fumarentos de antanho, mas isso não chega para descrever esta smoked ale da dinamarquesa To Øl. Com um corpo castanho escuro, uma espuma creme e o álcool bem presente, destaca-se o aroma a café, com notas adicionais de caramelo e chocolate, enquanto na boca se destacam os maltes tostados, caramelo, frutos secos. E carnes fumadas.

Preço: 6,25€ na Cerveteca

Publicidade
Saiba quais são as cervejas artesanais que tem mesmo de provar

Comentários

0 comments