Mesas da semana: sete restaurantes em Lisboa com novidades

Umas são mesas novas, outras clássicas. Mas nestes sete restaurantes em Lisboa há novidades para conhecer.
Less pollux
Fotografia: Francisco Santos
Por Inês Garcia |
Publicidade

Muda a estação e há ou ajustes nas cartas dos restaurantes ou mudanças completas. Já para não falar na enxurrada de novos espaços na cidade todas as semanas. Nestes sete, quando se sentar à mesa vai ter novidades para provar. 

Sete restaurantes em Lisboa com novidades

Kin
Arlindo Camacho
Restaurantes, Asiático contemporâneo

KIN Martim Moniz

icon-location-pin Martim Moniz

Parece um restaurante novo, mas não é.
O restaurante asiático no TOPO Martim Moniz levou um extreme makeover: chama-se agora Kin e tem um dragão chinês no meio da sala. A carta também levou umas quantas mexidas. O bao de porco juntou-se ao de wasabi, há três opções de pad thai, um naco da vazia grelhado e novas sobremesas.

 

Less pollux
Fotografia: Francisco Santos
Restaurantes

Less Baixa

icon-location-pin Baixa Pombalina

O chef Miguel Castro e Silva apoderou-se do terraço da Pollux  no Verão. A carta segue a mesma linha do seu outro Less na Embaixada, no Príncipe Real, e tem novidades: há gyosas de cabidela com caldo asiático, vazia angus com risoto de espargos e um tártaro de touro bravo.

 

Publicidade
Akla
©Mário Cerdeira
Restaurantes, Global

Akla

icon-location-pin São Sebastião

O restaurante do hotel Intercontinental também tem carta nova, continuando numa onda ecléctica mas bem trabalhada.  Entre as novas criações de Eddy Melo está um ceviche de camarão de Moçambique com pérolas de sagu em infusão de coco e framboesas frescas ou um ravioli de alheira DOP transmontana com aveludado de aves, brocolini e burrata. 

 

Cafetaria Village Underground
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes

Buzz Lisboeta

icon-location-pin Alcântara

A cafetaria do Village Underground é agora o Buzz Lisboeta e tem outro homem do leme, Frederico Nobre Leitão. Ainda há brunch ao fim-de-semana, agora com o pão da Gleba de Diogo Amorim. Mas  todos os dias há um prato diferente: às quartas é dia de bitoque, às sextas de risoto.   

Publicidade
faz figura
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes, Português

Faz Figura

icon-location-pin São Vicente 

A vista para o Tejo dispensa apresentações mas o restaurante de Santa Apolónia agora além de horário alargado tem uma nova carta com produtos regionais e o apoio do Turismo de Portugal. Há perdiz borrachona, o ninho de codorniz com alheira de Mirandela ou uma trilogia de ovos moles de Aveiro.

 

o quintal
©DR
Restaurantes

O Quintal

icon-location-pin Grande Lisboa

Há mais petiscos para comer n’O Quintal. Além de umas cenouras à algarvia no couvert, há agora pataniscas de bacalhau, ovos rotos, chouriço  assado, estaladiço de alheira com grelos e molho agridoce e um queijo de ovelha gratinado com orégãos.

 

Publicidade
Tártaro de atum com gaspacho de morango fresco
©Arlindo Camacho
Restaurantes, Italiano

SUD Lisboa Terrazza

icon-location-pin Belém

Faz parte do grande empreendimento turístico do grupo Sana em Belém e a sua piscina iluminada esteve sempre cheia no último Verão, o primeiro de vida. Enquanto os mergulhos não abrem (este ano a entrada fica nos 45€ por dia), há novas propostas na carta do restaurante, agora com o italiano Marco Legittimo na cozinha. Mantém-se a burrata fresca e, no lote de pratos novos, há um tártaro de atum com gaspacho de morango fresco (na foto).

 

Mais restaurantes em Lisboa

A Floresta do Salitre - Entremeada de Leitão
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes, Português

9 restaurantes em Lisboa que são Florestas

Respeitamos Monsanto, o eterno pulmão da cidade, mas estes restaurantes também são Florestas dignas de passeio. Seja para comer na esplanada ou nos interiores decorados à antiga, sem grandes chiquezas, aqui há sempre boa comida tradicional portuguesa. 

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com