O Senhor Ibrahim e as Flores do Corão

Teatro
5 /5 estrelas
(1comentário)
O Senhor Ibrahim e as Flores do Corão
©Nuno Figueira

O regresso da peça de Eric-Emmanuel Schmitt, que valeu ao Teatro Meridional o Prémio do Público no Festival Internacional de Teatro de Almada, em 2012, é mais uma revisão, em tempo de aniversário, do extenso e bem qualificado reportório da companhia. A versão cénica e a encenação são de Miguel Seabra, que interpreta ao lado do músico e compositor Rui Rebelo, aliás autor da banda sonora do espectáculo em que um rapaz judeu e um velho merceeiro árabe se tornam amigos nas ruas de Paris.

Por Rui Monteiro

Publicado:

Average User Rating

5 / 5

Rating Breakdown

  • 5 star:1
  • 4 star:0
  • 3 star:0
  • 2 star:0
  • 1 star:0
LiveReviews|1
1 person listening
tastemaker

Qualquer peça do Teatro Meridional é um espectáculo obrigatório. Pela grandiosidade. Pela beleza. Pela sensibilidade. Pela perfeição. Este “O Senhor Ibrahim e as Flores do Corão” não é excepção. E tem um ‘plus’: Miguel Seabra a pisar o palco, num monólogo encantador, doce, inesquecível. Qualquer elogio soa a muito pouco. Termino como comecei: é obrigatório ver!