Rocío Márquez

Música
Rocío Márquez
© Alejandro Cayetano Rocío Márquez

A Time Out diz

Para desconstruir é preciso saber construir primeiro. Rocío Márquez mostra amor pela tradição do flamenco, mas quer explorar os seus limites com novas melodias, arranjos e letras. Conhece o cancioneiro clássico, estudou-o ao pormenor, mas revitaliza e reinterpreta-o à sua maneira pela força de uma inteligência emocional. A sua discografia mostra uma personalidade inquieta e uma artista à descoberta de si mesma. Rejeita a ideia de pureza porque a origem do flamenco está na mistura e coexistência de culturas, é uma arte em evolução que vive na reflexão do tempo. A música da cantora andaluza responde a sentimentos românticos e universais, mas também denuncia uma realidade de regressões de direitos e liberdades. Chega a Portugal acompanhada pela guitarra de Canito e percussão de Agustín Diassera, com o álbum Visto en el Jueves, onde evoca ecos do passado para o resgatar da memória emocional colectiva. Combina autorias, origens e géneros para provar que a herança musical está sempre aberta a novas nuances e a cores infinitas.

Detalhes

Também poderá gostar