O melhor guia do Porto

Restaurantes, bares, concertos, exposições, lojas, eventos e muito mais na agenda do Porto

Camélias invadem o Porto no primeiro fim-de-semana de Março
Notícias

Camélias invadem o Porto no primeiro fim-de-semana de Março

Falta exactamente um mês para a chegada da Primavera, mas no Porto a estação floresce mais cedo. A 3 e 4 de Março, o Mosteiro de São Bento da Vitória recebe a XXIII Exposição de Camélias do Porto. Organizado pela Câmara Municipal do Porto e a Associação Portuguesa das Camélias do Porto, o evento terá ainda concursos, um Mercado da Cámelia, quatro sessões de teatro de sombras encenado pela artista plástica Beniko Tanaka e uma cerimónia de chá. Mas fora do Mosteiro, as camélias também vão dar sinais de si. Onde? Nos jardins da Cordoaria, Carregal e Virtudes, com a exposição "Camélias, Desafios Criativos" composta por trabalhos escolares, que ficará exposta até dia 12 de Março; e no passeio de bicicletas floridas, no domingo de manhã, que parte do Mercado Bom Sucesso. Se quiser pôr mãos à obra, inscreva-se no workshop de camélias em origami, que decorre a 2 e 3 de Março, para crianças e adultos, no coreto do jardim da Cordoaria e participe na construção de uma mandala gigante — com 17 metros de diâmetro — feita com camélias e outras flores, no Largo do Amor de Perdição, no domingo a partir das 16.30. + As melhores lojas para comprar plantas no Porto  

25 coisas para fazer com bom tempo no Porto
Coisas para fazer

25 coisas para fazer com bom tempo no Porto

A meteorologia deu-nos finalmente uma boa nova: vamos ter uma semana com pouco frio, sem chuva e com muito sol. Ainda que este seja de pouca dura (na próxima semana já chove), aproveite-o ao máximo. Aqui tem uma lista com 25 coisas para fazer com bom tempo no Porto. Assim sendo, vá comer o primeiro gelado do ano e actualize as redes sociais com fotografias das melhores vistas e jardins da Invicta. 

Os melhores restaurantes na Foz
Restaurantes

Os melhores restaurantes na Foz

O Porto é uma cidade que conhece como poucas a arte de bem comer. A Foz, uma das zonas mais famosas, não será a excepção que foge à regra. Banhada por rio e mar, recebe para almoçar ou jantar os clientes já conhecidos da cidade, ou aqueles que ainda não conhecem os seus mais distinguidos encantos. Nesta zona come-se bom peixe, boa carne e não só – sempre com o serviço cuidado e exímio que procura não descurar nunca a fama e qualidade que são atribuídas a este cantinho ao pé do mar. 

Fomos à Serra da Estrela e não vimos neve
Viagens

Fomos à Serra da Estrela e não vimos neve

Nós portugueses temos uma relação complicada com o Inverno. Por um lado, negamos a sua existência sempre que escolhemos uma esplanada para tomar café debaixo de temperaturas próximas de zero: – Está frio? Está, muito, mas não interessa nada porque ficar na rua é melhor. Por outro, sempre que alguém ousa dizer que o nosso clima é praticamente tropical mesmo em Janeiro, afiamos os dentes e sacamos 
da carta mágica: a Serra da Estrela, onde há neve, sim, senhores, um vale glaciar e até uma estância de ski. E também há estradas que estão quase sempre cortadas e que impedem a subida até à Torre, a 1993 metros de altitude, que é onde a neve se acumula de forma generosa e onde se pratica o desporto amador mais barato do mundo: o ski em saco plástico ou trenó improvisado. No entanto, mesmo não conseguindo chegar ao cume, há uma série de boas surpresas naturais e urbanas nas redondezas que devem ser vistas pelo menos uma vez na vida. Chamemos-lhe o triângulo do Parque Natural da Serra, um percurso rápido que une Seia à Covilhã, com passagem por Manteigas.

25 sítios para se abrigar do frio no Porto
Coisas para fazer

25 sítios para se abrigar do frio no Porto

Esperam-se dias frios para os próximos tempos, vai daí, o Departamento Municipal de Protecção Civil aconselhou os portuenses a usarem várias camadas de roupa e a ligarem para o 112 em caso de hipotermia. Nós, por cá, fizemos-lhe uma lista com 25 sítios para se abrigar do frio no Porto, para que possa curtir o Inverno feliz da vida.

Notícias sobre o Porto

Cinco coisas que tem que saber sobre a Fábrica de Cervejas Portuense
Notícias

Cinco coisas que tem que saber sobre a Fábrica de Cervejas Portuense

Acaba de abrir, em plena Baixa, a Fábrica de Cervejas Portuense. O parto foi difícil (o edifício de 1500 metros quadrados esteve em obras mais de um ano) mas a inauguração aconteceu no final da semana passada. Com loja, bar, restaurante, laboratório e zona de produção, o projecto de Tiago Talone e Pedro Mota está, agora, de portas abertas à cidade. 1. As caldeiras em cobre são o coração da empresa Atrás do balcão principal do bar, no piso térreo, estão duas enormes caldeiras de brassagem e ebulição vindas de um fornecedor alemão. É lá que se produz o mosto que, depois de fermentado, se transforma em cerveja. 2. Há duas novas cervejas Nortada Criada em Abril de 2017, a marca Nortada tem cinco cervejas no mercado — Porto Lager, Vienna Lager, Brown Porter, India Pale Ale e Imperial Stout — mas acaba de lançar mais duas, a propósito da inauguração da FC Portuense: a Nortada Weiss Bier e a Nortada Dark Lager. 3. Pode ver a cerveja a ser feita A produção da cerveja, da responsabilidade da mestre cervejeira Diana Canas, é feita no piso de baixo (apesar do espaço não ser visitável, pode espreitar o passo a passo de cima, quando for à casa de banho). Antes disso, a cerveja passa pelo laboratório, onde se fazem provas de qualidade.  4. No restaurante, há pratos com apontamentos ligados à cerveja Gressinos com malte, prego em pão de malte, costelinhas com molho agridoce de cerveja Lager, gambas fritas em alho e molho de cerveja, mousse de chocolate de 70% cacau com redução de

O Museu Romântico já abriu e está mais bonito e interactivo
Notícias

O Museu Romântico já abriu e está mais bonito e interactivo

O Museu Romântico já está de portas abertas. Depois de quase um ano encerrado para reabilitação profunda, surge agora com peças restauradas, colecções melhoradas, com mais equipamento digital e interactivo, e com áreas de serviços educativos que visam dar resposta às necessidades do público nacional e estrangeiro. Rui Moreira, durante a inauguração, referiu que se investiu nas acessibilidades externas e internas, e se tornaram os equipamentos culturais mais amigáveis e “mais próximos da ideia de um museu para todos”.   Esta intervenção, com um investimento superior a meio milhão de euros - 85% deste valor foi financiado pelo projecto NORTE 2020 (469.827,34€) e 15% suportado pela Câmara do Porto (82.910,71€) - tem como objectivo a requalificação dos museus municipais de forma a conservar, proteger e promover o património cultural da cidade. À Casa-Museu Guerra Junqueiro, que reabriu em Março do ano passado, e à Casa-Museu Marta Ortigão Sampaio, inaugurada em Julho, junta-se agora o Museu Romântico da Quinta da Macieirinha. É de referir que este espaço, um dos mais visitados do Porto, recria o ambiente de uma casa de campo de meados do século XIX. Foi aqui, inclusivamente, que viveu exilado o rei Carlos Alberto de Sabóia. Feitas as contas, restauraram-se três pianos-fortes do século XIX, oito relógios em bronze e antimónio, alguns trajes que vão estar em exposição, colocaram-se 13 pinturas que estavam em depósito no Museu Nacional Soares dos Reis, e ainda um conjunto de gr

Caricaturas de Manoel de Oliveira em exposição no Porto
Notícias

Caricaturas de Manoel de Oliveira em exposição no Porto

Cerca de 40 caricaturas de Manoel de Oliveira (1908-2015) vão estar expostas no Península Boutique Center, até 11 de Março. A exposição, inaugurada este sábado, dia 17, e organizada pelo Museu Nacional da Imprensa (MNI), é resultado do Prémio Especial de Caricatura dedicado a Manoel de Oliveira no XV PortoCartoon-World Festival. Os artistas que assinam estas caricaturas vêm de inúmeros países, tais como Alemanha, Brasil, Colômbia, Espanha, Irão, Itália, Portugal, Suíça, Turquia e Ucrânia. Manoel de Oliveira e José Saramago foram a razão pela qual, em 2013, o MNI decidiu criar este prémio. Nesse ano o cineasta recebeu os principais vencedores do XV PortoCartoon em sua casa e, com sentido de humor, apreciou os diferentes retratos. Figuras como Nelson Mandela, Sara Sampaio, Siza Vieira, e Chaplin também já foram caricaturadas. No ano passado, 2017, as escolhas foram António Guterres e Pablo Picasso e para 2018 já foram apontados os nomes de Amália Rodrigues e Woody Allen. Esta exposição marca a sétima vez que o Museu Nacional de Imprensa homenageia o cineasta e o seu trabalho.  + PortoCartoon World Festival arranca este fim-de-semana 

Melhor que passear, só passear e comer ao mesmo tempo
Notícias

Melhor que passear, só passear e comer ao mesmo tempo

Está marcado para o dia 10 de Março, às 11:00 no Jardim de S. Lázaro, um evento que promete dar a conhecer um Porto diferente do habitual. Organizado pela Gbliss, empresa que opera no ramo turístico, em conjunto com o historiador Manuel de Sousa, este evento procura “aliar a história da cidade e dos próprios locais à gastronomia”. O percurso passará por diversas casas, nomeadamente pel' O Buraquinho, Casa Guedes, Alfredo Portista, Casa Louro, Casa Leandro e pelo Café Mariana (Miragaia), entre outros. Aqui serão servidos petiscos típicos aos participantes. Haverá assim papas de sarrabulho, caldo verde com broa, sandes de pernil, ginjinha e vinho. O número de participantes é limitado e sujeito a inscrição prévia, que terá um custo de 28 euros, valor que inclui o seguro de acidentes pessoais bem como os petiscos nos diversos tascos. Para mais informações, envie um email para geral@gbliss.pt. + As 8 melhores tascas no Porto + Os melhores restaurantes para comer muito e pagar pouco no Porto

'Eu e Tu até sermos TODAS!' é o mote da 3.ª edição do Festival Feminista do Porto
Notícias

'Eu e Tu até sermos TODAS!' é o mote da 3.ª edição do Festival Feminista do Porto

O Festival Feminista do Porto (FFP) está de volta para a sua 3.ª edição. O lema deste ano é “Eu e Tu até sermos TODAS!” e tem como objectivo mostrar, durante o mês de Março, os vários tipos de feminismo. O principal foco do festival é a desigualdade de género e as discriminações baseadas na raça, nacionalidade, classe, sexualidade e capacidades. Segundo Maria Côrte-Real, uma das organizadoras, este ano destaca-se “o facto de todo o programa ser dedicado a dar visibilidade a questões que habitualmente não a têm, tanto na nossa sociedade como dentro do movimento feminista”. Durante quatro semanas, o FFP conta com várias iniciativas como debates, tertúlias, acções de rua, performances, teatro, concertos, exposições e lançamentos de livros. As actividades acontecem de sexta a domingo e vão passar por locais como o Centro Comercial de Cedofeita, a sede da ILGA (Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual e Transgénero), pela Escola Secundária Soares dos Reis até à Confraria Vermelha. Às quartas-feiras há ciclos de cinema na FDUP (Faculdade de Direito da Universidade do Porto), no Gazua e nos Maus Hábitos. À Time Out Porto Luísa Barateiro, outra das organizadoras, fala-nos da abertura do festival, dia 2 de Março às 21.00, com a inauguração de exposições no Centro Comercial de Cedofeita. Depois disto é hora do espectáculo de cabaré “Aturuxo Conechil”, do colectivo galego As Três Nebrosas, e da festa Kebraku, para dançar a partir das 23.00. Do programa, Luísa Barateiro também salienta um

'O Padrinho' regressa ao grande ecrã – e dá-lhe música
Notícias

'O Padrinho' regressa ao grande ecrã – e dá-lhe música

Uma versão filme-concerto de O Padrinho (1972) de Francis Ford Coppola estreia-se no Coliseu do Porto pela mão do Fusion Arts Festival. Acontece a 4 de Maio às 21.00, um dia depois de Lisboa acolher o espectáculo. Com a família Corleone chega também a Banda Filarmónica das Beiras, que terá em palco mais de 50 músicos a interpretar ao vivo a banda sonora do filme, da autoria do compositor italiano Nino Rota. O primeiro de três capítulos de uma saga cinematográfica, O Padrinho esteve nomeado para dez Óscares, tendo arrecadado os prémios de Melhor Filme, Melhor Actor e Melhor Argumento Adaptado. O Fusion Arts Festival junta cinema, dança, música e decorrerá de Fevereiro a Maio. Entre os espectáculos já confirmados há uma outra data na Invicta: a Casa da Música acolhe os escoceses The Jesus and Mary Chain a 29 de Maio. Os bilhetes para o filme-concerto vão dos 28€ aos 55€.

As nossas escolhas

Tudo o que pode fazer na Avenida da Boavista
Coisas para fazer

Tudo o que pode fazer na Avenida da Boavista

O Porto é fervilhante e a prova disso é que impossível morrer de tédio esteja onde estiver. Em cada rua ou esquina da cidade há sempre alguma coisa a acontecer. Passe os olhos por esta lista e fique a saber tudo o que pode fazer na Avenida da Boavista. Nesta artéria com 5,5 quilómetros (que lhe vai levar mais de uma hora a percorrer em ritmo de passeio) vai encontrar lojas de roupa e calçado de marca, bons restaurantes, sítios para relaxar e outros com muitas opções culturais. Boa caminhada.

Dez pratos de Inverno para comer no Porto
Restaurantes

Dez pratos de Inverno para comer no Porto

Os dez pratos de Inverno para comer no Porto que constam nesta lista também podem ser alvo de ataque em dias quentes, sim. Mas, verdade seja dita, sabem bem melhor quando faz frio e chuva lá fora.

As melhores lojas vintage no Porto
Compras

As melhores lojas vintage no Porto

É difícil passar ao lado do boom que assolou a cidade com lojas que vendem peças de outros tempos. Para se orientar entre tanta e tão boa oferta, escolhemos as melhores lojas vintage no Porto, uma vez que para compras em segunda mão a Invicta já é uma referência.

12 coisas que enervam qualquer portuense
Coisas para fazer

12 coisas que enervam qualquer portuense

Que os portuenses são pessoas expansivas já toda a gente sabe. O que muita gente não sabe são as coisas que nos deixam fora de nós. Até porque se soubessem, não o faziam ou diziam. Estas são (algumas das) coisas que enervam qualquer portuense...   1. "Preferias morar em Lisboa?" Não. A resposta para esta pergunta é não. Pelo menos para a maioria dos portuenses, orgulhosos e convictos de morarem na melhor cidade do mundo. Além disso, temos menos trânsito (por enquanto) do que Lisboa, a praia está mais próxima do centro e a nossa comida é bem melhor. Se nos deixarem ficamos por cá, obrigada.   2. Condutores amadores Somos de buzinadela fácil. Basta uma pessoa pôr o pé na estrada fora da passadeira e logo se ouve protesto vindo do carro. E se um veículo se atravessar à nossa frente sem piscas, o que acontece cada vez mais? Isso dá direito a buzinadela, palavrões e todo um repertório de gestos menos dignos.   3. "Olha as asneiras!" Dizerem-nos para termos cuidados com as asneiras costuma bastar para se fazerem ouvir mais. Ao contrário do que se pensa, os nativos do Porto não dizem muitas asneiras conscientemente. Em rigor, muitas delas fazem parte do nosso vocabulário e já nem são consideradas asneiras. E além disso, de certeza que existem estudos que dizem que uma asneira bem dita na altura certa evita muitas dores de alma.    4. A francesinha é o prato típico do Porto Não, não e não. A francesinha é, provavelmente, o prato mais conhecido do Porto, mas isso n

Os melhores hotéis vínicos do País
Hotéis

Os melhores hotéis vínicos do País

Longe de nós fomentar comportamentos menos responsáveis. Mas, verdade seja dita, um bom vinho aquece muitos corações. Por isso mesmo, fomos à procura de alguns dos melhores hotéis vínicos do País. Brindamos?

As melhores sandes no Porto
Restaurantes

As melhores sandes no Porto

Pernil de porco, leitão e presunto são alguns dos ingredientes que recheiam as sanduíches desta lista. Seja em pão de mistura, chapata ou focaccia, a lista das melhores sandes no Porto dá para todos os gostos.