A Time Out na sua caixa de entrada

Praia do Tamariz
Mariana Valle LimaPiscina Oceânica da Praia do Tamariz, no Estoril

Comer, comprar e passear: as melhores coisas para fazer no Estoril

Das lojas às mesas, passando pela praia, ponha-se na linha e siga as nossas coordenadas. Aqui vai encontrar o melhor do Estoril.

Escrito por
Ricardo Farinha
Publicidade

Andamos a picar a Linha de uma ponta à outra e depois de lhe mostrarmos as melhores coisas para fazer no Monte Estoril, em São João, em São Pedro, na Parede ou em Carcavelos, paramos no centro do Estoril a zona à volta do Casino, desde o topo até ao mar, onde abundam restaurantes e lojas que a tornam numa das áreas mais reputadas (e frequentadas) do concelho de Cascais. Do golfe às massas, do brunch aos vernizes, dos móveis ao sushi, descubra o que não pode mesmo perder no Estoril. 

+ 🚂 Paragem a paragem: os pontos obrigatórios na Linha de Cascais

O melhor do Estoril

  • Atracções
  • Praias

É uma das praias mais célebres da Linha de Cascais e fica na zona mais popular do Estoril. Junto da Avenida Marginaln e da estação de comboios, é bastante concorrida, o que torna muitas vezes difícil encontrar lugar para estender a toalha. Mesmo ao lado, fica a piscina oceânica, construída em 1953.

  • Restaurantes
  • Cascais

Podia ser por piada, mas não é. O apelido da italiana Romina, que abriu um restaurante de comida italiana no Estoril, é mesmo Lamassa. “Foi uma coincidência engraçada”, ri. Está em Portugal desde 2012, é casada com um português, e apesar de ser veterinária de formação, tem uma paixão incomensurável por massa. Todos os dias de manhã faz a pasta fresca que cozinha no restaurante e que também vende para fora. O menu é simples, mas eficaz. Na lista, curta, tagliatelle carbonara ou bolognese, paccheri alla genovese, e raviólis de salmão, espinafres e ricota ou bacalhau (entre os 12€ e os 15€). E, para rematar a refeição, o incontornável tiramisu e a pannacota de lima e manjericão (ambos 6€).

+🍕 Tia mia! Os melhores restaurantes italianos em Cascais

Publicidade
  • Hotéis

Com uma vista deslumbrante sobre o mar, o Evolution Cascais-Estoril instalou-se no edifício do clássico Hotel Paris, no Estoril, a poucos passos da praia da Poça. O bar animado logo à entrada, com música ao vivo e DJs todos os fins-de-semana; o restaurante The Kitchen, que serve pequenos-almoços, almoços e jantares; e o espaço para descontrair, trabalhar ou ver desporto The Patio acolhem hóspedes e não-hóspedes. Depois há 133 quartos funcionais, minimalistas, confortáveis e com muita luz natural espalhados por cinco andares. Mas o que mais impressiona são os dois últimos pisos: no sexto mora o spa Wellness by Sayanna, com salas de tratamentos e piscina interior aquecida com vista sobre o oceano; no sétimo e último, com uma vista de 180º que vai da baía de Cascais à praia de Cascavelos, está a piscina infinita e o futuro restaurante The Upper Deck.

🛏️ 20 hotéis em Cascais que tem de conhecer

  • Compras
  • Decoração
  • Cascais
  • preço 3 de 4

Um paraíso no mínimo curioso com curadoria de Gracinha Viterbo. Parte do encanto do espaço está na quantidade de pequenas salas. Ao percorrê-las, percebemos que formam uma espécie de país das maravilhas, onde podemos encontrar tudo e mais alguma coisa, mas sempre peças que não se encontram ao virar da esquina. Móveis, almofadas, candeeiros, quadros, tapetes – tudo tem pinta. Pelo meio deste Cabinet of Curiosities, há também moda e flores, num puzzle que encaixa na perfeição. 

Publicidade
  • Restaurantes

Menus de brunch, hambúrgueres, bowls, panquecas ou tostas, entre várias outras opções. É o que pode encontrar no Miami Mami Estoril, um restaurante de brunch à americana, com pratos próximos do american diner, mas também muitos twists ligados à culinária latina, tal não é a influência que os países da América Central e do Sul exercem sobre a cidade de Miami, que serve de grande inspiração. Fica mesmo em frente da Praia da Poça, em plena Avenida Marginal, e pretende ser o início de uma cadeia de sucesso.

🥞 Brunches em Cascais

  • Restaurantes
  • Pastelarias
  • Cascais

Scones, parras, jesuítas, queques, palmiers, pratas, pastéis de nata, croissants e folhados com doce de ovos que se chamam o que são –maravilhas. Podíamos ficar aqui o dia todo a enumerar as especialidades desta casa fundada em 1934, mas o melhor mesmo é passar por lá e mergulhar de cabeça neste doce mar de açúcar.

Publicidade
  • Hotéis
  • Hotéis de luxo
  • Cascais

Mais do que uma viagem ao glorioso passado da Linha de Cascais, este clássico soube sobreviver com charme até aos dias de hoje. Os jardins, os quartos românticos, as zonas comuns imponentes, decoradas com fotografias da realeza emolduradas, lustres e até um piano de cauda, continuam a deslumbrar mesmo quem já se converteu ao minimalismo nórdico tão em voga nos novos hotéis de luxo. O pequeno-almoço é um rival à altura do que se serve a poucos passos, na afamada Pastelaria Garrett (há quem garanta até que os pastéis de nata do hotel batem aos pontos os de Belém) e a piscina, por onde passou o elenco do filme 007 - Ao Serviço de sua Magestade, aqui hospedado, uma tentação mesmo para quem pensava passar os dias estendido nos areais do Estoril. 

  • Compras
  • Joalharia
  • Cascais

Os antigos joalheiros da coroa Leitão e Irmão não abriam uma loja nova desde 2005, mas no fim de 2016 resolveram modernizar-se. Escolheram as Arcadas do Parque do Estoril para acrescentar um novo espaço ao portefólio e com uma decoração diferente: as paredes são amarelas e contrastam com a prata brilhante.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Chinês

É um dos mais genuínos restaurantes chineses em Lisboa e serve os verdadeiros sabores da região de Kuong Tong. É bem provável que se perca na extensa carta, uma vez que apresenta mais de cem especialidades. Ao almoço os míticos dim sums são a jóia da coroa e estão sempre a sair (sabem ainda melhor na esplanada envidraçada), já ao jantar as opções continuam difíceis de enumerar, por isso facilitamos-lhe o trabalho: o pato à Pequim é uma das especialidades a par da sopa de barbatanas de tubarão.

  • Noite
  • Cascais

O Tamariz, que só está aberto nos meses de Verão, é um três-em-um: restaurante, lounge e discoteca. Na vertente de bar vai encontrar cocktails clássicos, de autor e bebidas frescas, para manter os pés na areia. No restaurante, a partir do qual pode desfrutar de uma vista soberba sobre a praia (com o bónus de não estar no meio da confusão), há sushi e outras iguarias japonesas, como gyosas e sashimi, além de marisco fresco, bowls e pizzas. A discoteca, que os noctívagos esperam o ano inteiro, ainda não anunciou o regresso para 2024. 

Publicidade
  • Coisas para fazer
  • Mercados e feiras

É o espaço que todos os Verões acolhe a Feira de Artesanato do Estoril, mas que também recebe muitos outros eventos ao longo do ano, incluindo os populares mercados da Stylista ou o mais recente mas animadissimo Bossa Market, passando pelo Chefs on Fire.

  • Restaurantes

Na loja do Estoril, como nas restantes do grupo, estão à venda 26 tipos de pão de fermentação lenta e natural, feitos com cereais comprados a pequenos agricultores. São todos bons, mas os mais procurados são o pão de trigo do Alentejo, o de trigo barbela e a broa de milho. Há ainda panettoni — o clássico e o especial de cada mês — e broas castelares, para quem não dispensa um docinho. Além do pão, é também possível comprar as farinhas da marca, moídas diariamente em mós de pedra, as granolas e os seus cremes de frutos secos (pistácio, avelã, avelã e cacau, e coco e amêndoas). Bem como produtos de outras marcas nacionais, com as quais a Gleba estabeleceu parcerias, como os azeites da Herdade do Esporão, os chocolates da Feitoria do Cacao ou as cervejas da Musa.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Português
  • Cascais

Spot clássico dos estorilenses, principalmente para quem quer comer fora de horas (serve até à meia-noite) este é um restaurante à antiga, com um serviço de excelência e decoração simples mas sofisticada, com mesas marcadas pelas toalhas muito brancas e muito bem passadas. A especialidade é o marisco, mas tem uma grande variedade de pratos de carne – os bifinhos à Jackpot (18,50€) ou o chateaubriand para duas pessoas (40€), que acompanha com um bom esparregado (5€) e com batatas fritas na hora (3,50€). Para terminar, há as tradicionais sobremesas de uma marisqueira portuguesa: arroz doce (4,50€), pudim flan (4,50€) ou mousse de chocolate (4,50€).

  • Atracções

OÉ o epicentro da zona, em torno do qual tudo acontece. O célebre Casino Estoril foi inaugurado em 1931 e, além dos jogos, tem uma programação cultural regular, com espetáculos, peças de teatro e concertos a acontecer todas as semanas no local. O seu bonito jardim – com áreas relvadas, árvores, bancos, sombras, fontes, lagos e vista para o mar – acolhe famílias durante todo o ano, além de eventos como o Estoril Classics ou o Festival de Insufláveis.

Publicidade
  • Compras
  • Cascais

De Blumarine a Alberta Ferretti, de Christophe Sauvat a Isabel Marant. O Espace Canelle vale, pelo menos, uma passagem mais demorada pela montra. Um clássico da Avenida Clotilde, cujo conceito multimarca hiper elegante remonta a 1989. Em 2024, ganhou um irmão mais novo na Marina de Cascais. 

  • Restaurantes
  • Português

No Paredão de Cascais, entre as praias do Tamariz e da Poça, fica este restaurante sem grandes luxos (se não contarmos com a vida privilegiada para o oceano), mas bom para comer um peixe grelhado na hora. O menu em inglês poderia soar a armadilha para turistas, mas os locais que o visitam são a garantia de que aqui vai estar em boa companhia – e isso vale para o que lhe chega no prato.

Publicidade
  • Bares

A célebre discoteca do Casino Estoril é um dos espaços noturnos mais emblemáticos da Linha de Cascais. Só está aberta durante os meses frios – troca com o Tamariz durante oVerão – e é um ponto obrigatório para um pé de dança e um ou dois copos. 

  • Restaurantes
  • Português
  • Cascais

O restaurante Clotilde tem como lema - “comida tradicional com atrevimento”- este espaço é um restaurante de bairro mais sofisticado, desde a decoração moderna até à própria carta com pratos familiares que nos aparecem com um twist inesperado. Nas entradas vai encontrar os peixinhos da horta com creme de tomate (5€) ou o miolo de sapateira (9€), nos pratos principais tem mais pratos da cozinha tradicional portuguesa como a carne de porco à alentejana (12,50€) ou os filetes de polvo com arroz de feijão (13,50€) e para terminar tem o pão de ló de ovar (4€) ou o bolo de chocolate (4€). Todos os dias tem disponível um prato do dia.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Italiano
  • Cascais

Um restaurante italiano com uma carta extensa junto à estação de comboios do Estoril: tem pizzas clássicas e massas frescas – gnocchi al quatro formaggi (15€), tagliatelle bolognese (13,50€) ou os tortellinis de espinafres (15€) – em doses grandes que saciam e que nos confortam o estômago, mas também é conhecido pela picanha à brasileira acompanhada por feijão preto, farinha de mandioca, batata assada, arroz e salada. Não deixe de provar a entrada gordini, um rolo de massa de pizza recheado de alho, queijo mozzarela, espinafres e chouriço (7€); e a sobremesa doce da mama (3,50€), uma espécie de mousse de leite condensado com várias camadas de bolacha triturada.

Recomendado
    Também poderá gostar
    Também poderá gostar
    Publicidade