A Roving Gaze (Um Olhar Inquieto)

Arte
'A Roving Gaze'
© João Ferrand A exposição 'A Roving Gaze' (Um Olhar Inquieto), de Pedro Cabrita Reis, pode ser vista no Museu de Serralves até 22 de Março

A Time Out diz

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme se os eventos continuam agendados.

Corria o ano de 1999 quando o recém-inaugurado Museu de Serralves exibiu obras de Pedro Cabrita Reis pela primeira vez. Vinte anos depois, o lisboeta regressa à instituição portuense com A Roving Gaze (Um Olhar Inquieto), uma exposição concebida de propósito para os espaços de Serralves, que se anuncia como uma obra única “de grande escala e forte pendor autobiográfico” (na foto acima). Cem estruturas metálicas que sustentam materiais e objectos tão díspares quanto tijolos, um aparelho de ar condicionado, um cesto de palha, garrafas, limões, laranjas, livros, lâmpadas ou partes de automóveis é o que vai poder ver, “num ambiente de instalação total onde se cruzam a vida e a obra do artista”, sem preocupações cronológicas. Em suma, trata-se de uma revisitação de um conjunto de referências, com as quais o artista se foi deparando ao longo dos anos, e que vai levantando algumas questões.

Detalhes

Também poderá gostar
    Últimas notícias