Urbevoluções

Arte, Pintura
Paisagem de Matosinhos 1887
1/3
Gaivotas à chegada da Sardinha 1911
2/3
Praia de Matosinhos 1954
3/3

Pode uma exposição mostrar as transformações de um território? Pode, claro, e o Museu da Quinta de Santiago tem uma prova disso mesmo.

A exposição “Urbevoluções” mostra as mudanças de Matosinhos desde 1887 até à década de 1960. A primeira obra é de Francisco José Resende e as mais recentes do japonês Hirosuke Watanuki, que 
viveu em Portugal na década de 1960. Pelo meio, há lugar para obras de autores como Agostinho Salgado, Aurélia
de Sousa, António Carneiro, Carlos Carneiro, Jaime Isidoro, Augusto Gomes e Joaquim Lopes, todas da colecção da Câmara Municipal de Matosinhos.

O próprio local onde a exposição acontece é um testemunho da passagem do tempo. O Palacete e a Quinta
de Santiago, junto à Quinta da Conceição, foram poupados
a diversas transformações,
nas quais se conta o desaparecimento de vários quarteirões, jardins, praças públicas, um antigo mercado, estátuas, capelas, cinco pontes, lavadouros públicos e praias fluviais. Há fotografias na exposição a documentar esse passado.

Por Sérgio Gomes da Costa

Publicado:

LiveReviews|0
0 people listening