A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

'Fotografar é dar vida'. Mulheres guineenses expõem no Porto

Por Inês Bastos
Publicidade

Entre 14 de Outubro e 2 de Novembro vai ser possível admirar o trabalho de 28 mulheres guineenses, de etnia felupe, mães e líderes das comunidades rurais de Suzana e Varela, no norte do país. Foi com elas que a Organização Não Governamental VIDA – Voluntariado Internacional para o Desenvolvimento Africano – trabalhou em Julho de 2016, usando máquinas que foram recolhidas em Portugal e no Brasil e a fotografia como forma de expressão e partilha das suas experiências e rotinas. Agora as imagens tiradas e seleccionadas pelas próprias guineenses, no âmbito do projecto “Anhacanau Adjanhau – A mulher líder na gestão comunitária dos serviços de saúde”, chegam ao Porto, depois de já terem passado pelo Centro Cultural de Bissau, pelo Festival Internacional de Fotografia de Paraty, no Brasil, e até pelo Festival Todos em Lisboa.

DR

Na Invicta, a exposição “Fotografar É Dar Vida” estará presente na Galeria Geraldes. As 26 imagens expostas falam sobre o papel da mulher felupe na região, sobre o papel de mãe e sobre as tradições culturais deste povo.

A exposição é inaugurada no dia 14 de Outubro, sábado, com a presença de representantes da ONG VIDA e dos Bagabaga Studios, ambos responsáveis pela iniciativa, e a entrada é gratuita.

+ A exposição 'The World of Steve McCurry' já chegou ao Porto

Últimas notícias

    Publicidade