Cardoso et al.

Música, Clássica e ópera
Paul Hillier
©DR Paul Hillier

A Time Out diz

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme se os eventos continuam agendados.

O Coro Casa da Música, com direcção de Paul Hillier (na foto), atravessa seis séculos: começa com compositores ibero-americanos dos séculos XVI-XVII (Nemo Te Condemnavit de Manuel Cardoso, Magnificat Sexti Toni de Hernando Franco, Versa Est in Luctum de Alonso Lobo, Asperges Me de Filipe de Magalhães, La Bella Incorrupta
de Manuel de Sumaya) e revela obscuros compositores do período da Revolução Americana (William Billings e Abraham Wood). Depois, entra no século XX com Bendita Sabedoria, do brasileiro Heitor Villa-Lobos, passa pela Virgencita do estónio Arvo Pärt (alusiva à lenda de Juan Diego e a Virgem de Guadalupe), e avança até ao presente com Guard My Tongue, da americana Julia Wolfe.

Detalhes

Também poderá gostar