Guia completo dos festivais de Verão de norte a sul do país

Os festivais de música estão para o Verão como a chuva está para o Inverno: sabe bem de vez em quando, e mesmo quem não gosta reconhece que faz falta. Ao contrário da chuva, porém, há cada vez mais e maiores festivais. Estes merecem uma visita

Fotografia: Arlindo Camacho

De Junho a Setembro, de norte a sul do país, os festivais de Verão estão aí e dão para toda a gente: gosta mais de indie ou pop? Smooth ou free jazz? Fado ou rock psicadélico? Reggae ou erudita? Cheque estes palcos e descubra qual é o melhor para si.

Guia completo dos festivais de Verão de norte a sul do país

EDPCOOLJAZZ

O EDPCOOLJAZZ não é bem um festival de Verão, é mais uma série de concertos que partilham um guarda-chuva metafórico. De regresso a Cascais, depois de uma temporada em Oeiras, arranca a 11 de Julho, com David Byrne, e segue um desfile de figuras como BadBadNotGood, Dead Combo, Salvador Sobral, Gregory Porter, Jessie Ware, Van Morrison e, por fim, a 31 de Julho, Norah Jones.

Terça-feira 17 Julho 2018 - Terça-feira 31 Julho 2018

Rodellus

O Rodellus gaba-se de ser um festival de música urbana em contexto rural. Acontece nos campos de Ruilhe, ali para os lados de Braga, e gira sobretudo em torno do rock. O principal nome confirmado são os neozelandeses The Cavemen, bárbaros bons com garage-punk nas veias, mas o cartaz inclui também gente como The Cosmic Dead, Filho da Mãe, Imploding Stars, Ecstatic Vision, Slift, Fugly ou El Señor, por exemplo.

Quinta-feira 19 Julho 2018 - Sábado 21 Julho 2018
Publicidade

Super Bock Super Rock

Pelo menos agora não se passam horas a fio no trânsito para chegar ao Meco. Pelo menos agora o terreno do recinto é em calçada portuguesa. Agora só podemos queixar-nos da tontura do entra-e-sai no MEO Arena, espaço que costuma ser de um só concerto. Vá-se mais ou menos à bola com esta última versão do Super Bock Super Rock, há que reconhecer que é um festival com sete vidas. Já se deu em estádios, em quintas e parques, e o facto é que continua a atrair um batalhão de gente. A edição deste ano vai da pop de The xx ao hip-hop de Travis Scott ou o rock de Julian Casablancas & The Void.

Quinta-feira 19 Julho 2018 - Sábado 21 Julho 2018

MIMO Amarante

Tal como o Rock in Rio, mas em menor escala e em moldes diferentes, o MIMO é exemplo de uma importação de sucesso. O festival nasceu no Brasil, em 2004, e teve a sua primeira edição internacional em Amarante, em 2016. Rapidamente se distinguiu dos demais: por ser gratuito, por levar concertos aos jardins, igrejas e locais históricos da cidade, por incluir na programação um festival de cinema, workshops e masterclasses, eventos de poesia e outras actividades culturais. Apesar desta transdisciplinaridade, a música é a protagonista, com artistas de várias geografias. Dos brasileiros Baiana System aos nossos Dead Combo, entre outros, no primeiro dia. E do pianista israelita Shai Maestro à mauritana Noura Mint Seymali, no dia seguinte. Para não falar da estreia nacional dos GoGo Penguin, trio de Manchester que percorre os territórios do jazz, rock e electrónica, em destaque no último dia do festival.

Sexta-feira 20 Julho 2018 - Domingo 22 Julho 2018
Publicidade

MEO Marés Vivas

O Marés Vivas é um festival para o grande público, um híbrido de parque de diversões-centro comercial-festival de música. Povoado por famílias, casais e adolescentes, é um bom local para quem gosta de ouvir a música que escala (ou escalou) as tabelas de vendas e que domina (ou dominou) as rádios com canções que todos sabem (ou sabiam) de cor. Música que quer ser amada e escutada pelo maior número de pessoas – e não há mal nenhum nisso. O cartaz deste ano inclui, por exemplo, Jamiroquai, David Guetta e Rita Ora.

Sexta-feira 20 Julho 2018 - Domingo 22 Julho 2018

FMM Sines

Sim, é daqueles festivais a que muita gente vai sem sequer olhar para o cartaz. É o FMM e o ambiente descontraído convida ao pé descalço e a vários mergulhos nas praias de Sines. Durante dez dias, de 19 a 28 de Julho, a cidade é tomada de assalto pelas músicas do mundo, de vários micromundos que sempre geram danças diferentes e exploratórias. Daí a achar-se que os artistas presentes são acessórios vai uma longa distância. Poucos são os festivais em Portugal com um cartaz tão diverso e independente. The Correspondents, Sons of Hemet, Tulipa Ruiz e Vieux Farka Touré são destaques possíveis num cartaz bem recheado.

Quinta-feira 19 Julho 2018 - Domingo 29 Julho 2018
Publicidade

RPMM

É um dos novos festivais de música electrónica do norte do país. O RPMM tem como epicentro a Alfândega do Porto, mas vai espalhar-se por outros espaços: são eles o Indústria, Gare, Ateneu Comercial do Porto e Cais Novo. “Um recreio para adultos”, diz a organização, para viver a cidade de dia e de noite ao ritmo da música de dança. O line-up é composto por DJs e produtores nacionais e internacionais, sobretudo alinhados com o house e o techno. Matthew Dear, Âme e Guy Gerber são alguns dos destaques.

Alfândega do Porto , Miragaia Sábado 28 Julho 2018 - Domingo 29 Julho 2018

Jazz em Agosto

O Jazz em Agosto, o maior evento do jazz que tem lugar em Portugal e um dos mais importantes do mundo, escolheu centrar a sua programação deste ano no saxofonista nova-iorquino John Zorn, um criador tão prolífico e multifacetado que poderia pensar-se que o seu nome serve de fachada a uma vintena de músicos diferentes. A presença de Zorn no Jazz em Agosto 2018, que decorre de 27 de Julho a 5 de Agosto na Fundação Gulbenkian, assume três formas: 1) presencial, 2) como compositor e orientador de projectos e 3) como centro de gravidade – nomeadamente na qualidade de mentor da editora Tzadik – de uma constelação de músicos nas vanguardas do jazz e do rock.

Sexta-feira 27 Julho 2018 - Domingo 5 Agosto 2018
Publicidade

MEO Sudoeste

Como qualquer marca que muda de abordagem, o MEO Sudoeste mudou de vida há uns anos. Está hoje transfigurado num parque de diversões para gente mais nova em busca de novas experiências, de preferência longe dos pais. Em vez de PJ Harvey, Beck, Moloko ou Portishead de outras edições, temos uma festa entre o novo hip-hop e a EDM. Com Shawn Mendes, J Balvin, Jason Derulo, Marshmello, Lil Pump, Hardwell, Mundo Segundo & Sam The Kid, entre outros.  

Terça-feira 7 Agosto 2018 - Sábado 11 Agosto 2018

Neopop

Há mais de uma década que Viana do Castelo se transforma, no Verão, na capital portuguesa do techno. É por pouco tempo, mas são dias intensos. A cortesia é do Neopop, o festival de música electrónica mais bem cotado em Portugal. O alinhamento costuma reunir nomes altamente respeitados da música techno, e esta edição não é excepção – Jeff Mills, Ivan Smagghe, Ben Klock, Nina Kraviz, Ricardo Villalobos, Nastia, Josh Wink, Paul Ritch e Recondite são alguns dos DJs e produtores que vão passar pelo Forte de Santiago da Barra. Noutras coordenadas sonoras, incontornável será também a actuação do francês St Germain, dia 8.

Quarta-feira 8 Agosto 2018 - Sábado 11 Agosto 2018
Publicidade

Sonic Blast Moledo

O rock de alta intensidade é quem mais ordena neste festival minhoto que junta música, praia, piscina, surf e skate. A oitava edição do Sonic Blast tem bandas altamente recomendáveis no cartaz como os Causa Sui, magos do rock psicadélico que no festival Milhões de Festa de 2011 proporcionaram uma verdadeira viagem metafísica a quem os viu, ou os Mantar, duo especialista em brutalidade sónica entre o doom, o black metal e o punk. Vale a pena referir também as panorâmicas alucinogénicas dos Earthless, o psicadelismo hiperactivo dos The Atomic Bitchwax e o peso experimentalista dos Ufomammut.

Quinta-feira 9 Agosto 2018 - Sábado 11 Agosto 2018

Vagos Metal Fest

Vagos em Agosto é uma vila de metal. Ou melhor, do metal. Este ano o Vagos Metal Fest decorre entre os dias 9 e 12 de Agosto, na Quinta do Ega, e tem um alinhamento bastante diverso, dentro do género. Com o metal extremo dos britânicos Cradle of Filth (dia 10), o power metal dos Kamelot (dia 11) e o crossover thrash dos históricos Suicidal Tendencies (dia 12) em primeiro plano. Mais abaixo no cartaz encontramos os israelitas Orphaned Land e o seu metal oriental, a genial banda de metalcore Converge, os veteranos do hardcore brasileiro Ratos do Porão e mais uns quantos nomes de peso.

Quinta-feira 9 Agosto 2018 - Domingo 12 Agosto 2018
Publicidade

Bons Sons

De 9 a 12 de Agosto, a pequena aldeia de Cem Soldos, em Tomar, volta a ser o centro do país. Pelo menos no que à música diz respeito, pelo menos nesses dias. O Bons Sons é um dos festivais mais curiosos de sempre, erguido pela população local, com um ambiente familiar ao ponto de as casas estarem abertas do início ao fim, e alguma da melhor música nacional: Lena d’Água e Primeira Dama com a Banda Xita, Luís Severo, Paus, Linda Martini, Conan Osiris, Holy Nothing, Slow J.

Quinta-feira 9 Agosto 2018 - Domingo 12 Agosto 2018

Vodafone Paredes de Coura

Não há muitos festivais como o Vodafone Paredes de Coura. Sobretudo desta dimensão. O que começou por ser um pequeno festival junto à Praia Fluvial do Taboão, em 1993, é hoje um dos maiores eventos do género e uma instituição. No entanto, o essencial não se perdeu. Continua a ser o mais belo dos festivais nacionais, um idílio verde com um palco principal que é um autêntico anfiteatro natural, um rio cura-ressacas e uma zona de campismo que, vá, continua a ser uma zona de campismo, mas se tolera melhor do que outras. Este ano, os Arcade Fire são o maior nome confirmado. 

Quarta-feira 15 Agosto 2018 - Sábado 18 Agosto 2018
Publicidade
Mostrar mais

Comentários

0 comments