Ligeti

Música, Clássica e ópera
Susanna Andersson
©DR Susanna Andersson

A Time Out diz

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme se os eventos continuam agendados.

Mesmo quem não Esteja familiarizado com a música de vanguarda criada na segunda metade do século XX, já teve provavelmente contacto com composições do húngaro György Ligeti (1923-2006), ainda que possa não ter disso consciência. Acontece que Stanley Kubrick tinha grande apreço pela música de Ligeti e empregou-a na banda sonora de três dos seus filmes mais conhecidos: 2001: Odisseia no Espaço (que contém excertos de Atmosphères, Lux Aeterna, Requiem e Aventures), The Shining (Lontano) e Eyes Wide Shut (Musica Ricercata).

Ao longo de três dias,
 a Casa da Música propõe uma panorâmica sobre a música orquestral e para piano solo de um compositor que raramente figura nos programas de concertos, embora seja um dos nomes mais importantes da música do século XX. No início de carreira, Ligeti compôs nos moldes dodecafónicos então “em vigor”, mas quando fugiu da Hungria comunista para se instalar na Áustria, desenvolveu um estilo muito pessoal, alheio a vogas e ditaduras estéticas.

No sábado 27, Lucas 
Fels (violoncelo) e o Remix Ensemble, com direcção de Emilio Pomàrico, interpretam o Concerto de Câmara e o Concerto para violoncelo. Na segunda parte do programa, Susanna Andersson (soprano) (na foto) e a Orquestra Sinfónica do Porto, com direcção de Baldur Brönnimann, tocam Lontano, Apparitions e excertos da ópera Le Grand Macabre.

No domingo 28, Pierre-Laurent Aimard (piano), Ales Klancar (trompete) e o Remix Ensemble, com direcção
 de Emilio Pomàrico, tocam Mysteries of the Macabre e
 o Concerto para piano. Na primeira parte do programa,
a Orquestra Sinfónica do Porto, com direcção de
Baldur Brönnimann, toca Atmosphères, San Francisco Polyphony e Concert Românesc.

Na terça 30, Aimard, que 
é um dos mais profundos conhecedores da obra para piano de Ligeti (que gravou para Sony Classical e para
a Deutsche Grammophon) toca os Estudos e excertos da Musica Ricercata.

Por José Carlos Fernandes

Publicado:

Detalhes

Também poderá gostar