Vadym Kholodenko

Música, Clássica e ópera
Vadym Kholodenko
©Ira Polyarnaya Vadym Kholodenko

A Time Out diz

Beethoven apôs à Sonata para piano n.º 14 op.27/2 o título “Quasi una fantasia”, querendo com isto dizer que deveria ser tocada de forma tão espontânea que deveria soar como se estivesse a ser improvisada no momento. Todavia, o título que se lhe colou foi “Ao Luar”, uma invenção arbitrária do poeta Ludwig Rellstab, que, quatro anos após a morte do compositor (que conheceu pessoalmente), assimilou a sonata a uma evocação de um passeio nocturno pelas margens do Lago dos Quatro Cantões, na Suíça, país onde Beethoven nunca pôs pé.

O pianista Vadym Kholodenko, nascido na Ucrânia e já há alguns anos domiciliado em Fort Worth, no Texas, talvez não tenha visitado o Lago
dos Quatro Cantões, mas não precisará dessa experiência para fornecer uma interpretação convincente da dita sonata, como atestam a medalha de ouro no Concurso Van Cliburn de 2013 e as gravações para a editora Harmonia Mundi com obras de Grieg, Saint-Saëns e Prokofiev.

Prokofiev estará representado neste programa com a Sonata n.º 6, a primeira das chamadas “sonatas de guerra”, estreada em Moscovo em 1940. A inclinação de Kholodenko pela música russa está também patente na escolha dos 10 Prelúdios op.23, de Rachmaninov.

Detalhes

Também poderá gostar