Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Azeite português vence medalha de ouro em competição internacional
Zagreb olive oil institute
© Zagrebački Maslinarski Institut

Azeite português vence medalha de ouro em competição internacional

Azeite extra-virgem da portuguesa Mainova foi distinguido na primeira edição da competição Dubai Olive Oil Competition, que reúne 287 produtores de 17 países.

Publicidade

Chegou, viu e venceu. Foi isto que aconteceu com o azeite extra-virgem Early Harvest da Mainova, marca portuguesa de vinhos e azeite sustentáveis de Bárbara Monteiro, que chegou ao mercado nacional e internacional há apenas dois meses. O azeite de colheita antecipada produzido no Alto Alentejo competiu frente-a-frente com outros 287, de produtores de 17 países diferentes, na Dubai Olive Oil Competition.

Todos os azeites em competição eram de colheita antecipada e foram avaliados por um júri internacional que reuniu nomes como a francesa Emmanuelle Dechelette, sommelier, consultora de azeite e fundadora do conceito Olio Nuovo Days, o grego Kostas Liris, especialista em azeite e agrónomo, ou o português José Ventura, sommelier de azeite e director-geral da cooperativa de olivicultores de Valpaços. 

Azeite Mainova

 

DR

 

O azeite extra-virgem Early Harvest da Mainova é elaborado em regime de produção integrada a partir de azeitonas verdes colhidas no início da época (Outubro de 2019). Tem uma baixa acidez (0,2%), um sabor frutado verde intenso, amargo e picante e uma elevada concentração de anti-inflamatórios e antioxidantes, sendo rico em polifenóis saudáveis. 

Tem um misto de três variedades, Cobrançosa, Cordovil e Picual, e é embalado numa garrafa em grés de vidro reciclado, também produzida em Portugal, para bloquear a entrada da luz e não alterar a qualidade do azeite. Este azeite está disponível no site da Mainova (15,95€), bem como o azeite clássico (a partir de 5,90€). 

Apesar dos constrangimentos causados pela pandemia da Covid-19, a primeira edição da Dubai Olive Oil Competition aconteceu presencialmente no Dubai, e, além dos jurados, chefs de restaurantes e distribuidores locais também provaram as garrafas a concurso.

No próximo ano, os organizadores pretendem abrir várias lojas denominadas Best Olive Oils, onde reúnem os melhores classificados da competição, e organizar mais duas edições, em Janeiro e em Junho, sempre para as colheitas antecipadas. Entre os azeites premiados, maioritariamente espanhóis, está outro português, a colheita antecipada Manos Lince.

+ Leia aqui a nova edição digital e gratuita da Time Out Portugal

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade