Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Capicua escreveu para os Clã e André da Loba ilustrou
Clã x André da Loba
André da Loba ilustrou o novo vídeo dos Clã

Capicua escreveu para os Clã e André da Loba ilustrou

Publicidade

"Eu já nem saio à rua com medo da desgraça", canta Manuela Azevedo no novo single dos Clã. Nunca estas palavras fizeram tanto sentido. A canção poderia ter sido feita agora, mas foi escrita antes da quarentena por Capicua, que fala sobre as verdadeiras pandemias deste século: a ansiedade, o pânico e a depressão. O vídeo foi ilustrado por André da Loba.

Depois de dar a conhecer "Tudo no Amor", com letra de Sérgio Godinho, e "Sinais", com letra de Samuel Úria, "Armário" é outro dos temas do novo álbum dos Clã, Véspera, que será editado em breve. A letra é de Capicua, que colaborou pela primeira vez com o grupo portuense. A composição é de Hélder Gonçalves dos Clã e o vídeo foi realizado por Joana X e André da Loba, o responsável pelas ilustrações.

No seu Instagram, Capicua conta como desenvolveu a letra: "Quando nos encontrámos para ouvir algumas demos e falar sobre possíveis ideias, perguntei-lhes se tinham algum conceito para o álbum e se queriam sugerir algum caminho. Explicaram-me que gostam de dar toda a liberdade a quem lhes escreve e que o acaso costuma garantir a coerência do todo, mas que, se tivessem que situar o novo disco, seria no prenúncio que antecipa um grande acontecimento. O segundo antes da explosão. O hiato entre a normalidade e a ruptura. O batimento imediatamente antes do descompasso. Ora foi daí que me surgiu esta letra. Lembrei-me do canário da mina que dá o sinal de alerta, antecipando a asfixia. Lembrei-me da onda que recua antes do maremoto. Lembrei-me do silêncio dos pássaros antes do estalar da tempestade. E resolvi usar essas imagens para falar indirectamente sobre ansiedade, depressão e pânico. As verdadeiras pandemias do nosso século".

Este será o primeiro disco de estúdio dos Clã desde Corrente, de 2014. Foi terminado precisamente antes deste momento de caos, e, agora que estamos todos fechados em casa, a claustrofobia de "Armário" é a banda sonora certa para estes tempos.

Nas redes sociais, a banda portuense tem partilhado vídeos das gravações do novo álbum. Pode acompanhar os Clã no Facebook, Instagram e YouTube.

+ Leia aqui a edição desta semana da Time In Portugal

+ Capicua: "O Porto não está a defender os portuenses”

+ Um disco de música portuguesa por dia

Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade