Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Compre e calce estas meias para ficar em casa e ajudar o SNS
Sockapro
DR

Compre e calce estas meias para ficar em casa e ajudar o SNS

Publicidade

Empresa portuguesa Sockapro lançou umas meias solidárias – parte do valor angariado com a sua venda reverte para o Sistema Nacional de Saúde (SNS).

Meias brancas nunca são demais – esqueça essa ideia do pé de gesso, porque uma meia branca safa em qualquer situação e coordenado. Enquanto está em casa até as pode usar com chinelos que ninguém o julga. As “stay home socks”, como lhes chamou a Sockapro, empresa portuguesa fundada em 2017, são para se estar confortável em casa, claro, mas também para ajudar o SNS.

Há packs de três (5€), cinco (7€) ou nove pares de meias (9€), brancas, com a inscrição “stay home” a preto. Vão do tamanho 25 ao 44, para servirem nos pés de toda a família, e o envio é gratuito. Na compra de três de uma só vez, 0,50€ revertem para o SNS, com sete pares a ajuda sobe para 1€ e com nove para 1,50€. Esse valor será usado para comprar equipamento de protecção individual para a comunidade médica.

“Estar confortável em casa é, para muitos de nós, sinónimo de estar apenas de meias. Agora, mais do que nunca, é essencial que os portugueses fiquem em casa e foi assim que nasceu a ideia das meias solidárias: se por um lado queremos contribuir para que esta nova realidade seja mais confortável, por outro queremos ajudar aqueles que diariamente lutam contra a Covid-19”, afirma em comunicado à imprensa António Patrício, fundador da Sockapro, empresa cujo primeiro produto desenvolvido foi uma meia com sistema patenteado de fixação de caneleiras no interior composto por um conjunto de elásticos.

A produção destas meias é feita em parceria com a Campos&Campos, a maior fábrica de meias da Europa, em Vila Nova de Famalicão.

Depois de receber a encomenda, a marca incentiva a partilha nas redes sociais com a hashtag #stayhomesocks, mostrando “os seus dotes desportivos e artísticos utilizando apenas um par de meias”.

www.sockapro.pt 

+ Leia aqui a Time In Portugal gratuita

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade