Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Estes são os lugares mais pacíficos do mundo em 2020
Reykjavik
© Shutterstock Reykjavik, Islândia

Estes são os lugares mais pacíficos do mundo em 2020

A Islândia liderou o Índice Global da Paz, que considerou o mundo menos pacífico do que em 2019.

Publicidade

A Islândia foi oficialmente nomeada como o lugar mais pacífico do planeta. E já não é a primeira vez. De acordo com o Índice Global da Paz, publicado este mês, a nação insular ainda é a mais pacífica do mundo – posição que ocupa desde 2008.

O país teve, no entanto, uma pequena queda no ranking deste ano. Uma mudança que está alinhada com o resto do planeta. Os resultados de 2020 mostram que o nível de paz global se deteriorou desde 2019 – a nona deterioração nos últimos 12 anos.

O Índice Global da Paz classifica 163 estados e territórios independentes de acordo com os seus respectivos níveis de tranquilidade. "Cobre 99,7% da população mundial, usando 23 indicadores qualitativos e quantitativos de fontes respeitadas e mede o estado de paz em três domínios: o nível de segurança e protecção social; a extensão dos conflitos internos e internacionais decorrentes; e o grau de militarização", lê-se no relatório.

Os indicadores incluem pontos como a importação de armas, taxa de encarceramentos, crimes violentos, instabilidade política, percepção de criminalidade, intensidade de conflito interno, taxa policial e número de refugiados ou pessoas deslocadas internamente. O relatório de 2020 também teve em conta a análise do efeito que a recente pandemia tem ou terá na paz.

Lake and mountains

 

Photograph: Unsplash/Tyler Lastovich

 

Ao lado da Islândia, nos primeiros dez lugares, surgem países como a Nova Zelândia, Portugal, Áustria, Dinamarca, Canadá, Singapura, República Checa, Japão e Suíça.

A Austrália está na 14.ª posição e o Reino Unido na 42.ª, enquanto os Estados Unidos surgem na posição 121 das 163 estudadas. Iraque, Síria e Afeganistão estão no final da lista devido aos conflitos internos.

O estudo revela também um aumento "acentuado" de distúrbios civis como motins, manifestações anti-governamentais e protestos na última década, com a Europa na frente destes incidentes, apesar de ser a região mais pacífica do mundo em geral.

Pode consultar a informação do relatório aqui.

Leia aqui a nova edição digital e gratuita da Time In Portugal

Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a newsletter e receba as notícias no email.

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade