A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Fonoteca Municipal do Porto
© Câmara Municipal do PortoFonoteca Municipal do Porto

Fonoteca Municipal do Porto abre as portas a 26 de Setembro

A partir deste sábado, 26 de Setembro, poderá visitar a Fonoteca Municipal do Porto. Com um acervo de cerca de 35 mil discos de vinil, vai funcionar como arquivo sonoro da cidade e como espaço público de apreciação musical.

Por Ana Patrícia Silva
Publicidade

A Fonoteca Municipal do Porto, integrada no complexo da Arda, em Campanhã, vai abrir pela primeira vez as portas ao público neste sábado, 26 de Setembro, entre as 14.00 e as 19.00. O projecto, que ocupa o armazém 12 do número 122 da Rua de Pinto Bessa, inaugura agora após obras de recuperação e adaptação, com um acervo de cerca de 35 mil discos de vinil.

A Fonoteca é simultaneamente um arquivo sonoro da cidade – representativo de grande parte da produção discográfica em Portugal, assim como discos importados e obras de conteúdo não musical, como poesia ou discursos políticos – e um espaço público de apreciação musical.

A partir de sábado, poderá ser visitada mediante marcação prévia, para conhecer o espaço e consultar o arquivo, em sessões com a duração máxima de uma hora. No dia da abertura, a visita estará sujeita a uma lotação de dez pessoas em simultâneo. Durante a tarde, Renato Cruz Santos (Suave Geração) e Xico Ferrão (membro do colectivo 7 Magníficos e responsável pela loja de discos Muzak) apresentarão uma selecção de discos resultante de um trabalho de pesquisa a partir do espólio da Fonoteca.

O projecto da Fonoteca tem a sua génese nos estúdios de gravação Arda Recorders, empresa criada a partir dos Estúdios Sá da Bandeira. O arquivo sonoro municipal está integrado num complexo com estúdios de gravação e de pós-produção de áudio, câmara de eco, espaços para realização de voz off, finalizações musicais, restauro de suportes (como fitas magnéticas e outros), zonas de lazer, valências pedagógicas e ainda escritórios de várias empresas de sectores ligados à música.

Estes estúdios vão dar a possibilidade de digitalizar, restaurar ou preservar melhor os fonogramas que se encontram neste acervo, uma colecção de 35 mil discos em formato vinil que resulta de duas doações feitas ao município em 2008 pela RDP e pela Rádio Renascença. A Fonoteca Municipal é constituída por uma base de dados que poderá ser consultada e acedida, de forma livre, por parte do público, e na qual será possível procurar o fonograma que se pretende ouvir. A partir de 26 de Setembro, estará também online o arquivo digital.

O projecto assumirá um compromisso de divulgação e pedagogia, aberto a todos os públicos, através da produção de podcasts, artigos e mostras visuais sobre artistas, temas, géneros, entre outros, dos materiais que integram a colecção. Assim que as regras impostas pela Direcção-Geral da Saúde o permitam, a Fonoteca oferecerá uma agenda com concertos de artistas convidados tendo como base o arquivo existente, programas de escuta activa semanal, visitas escolares e residências artísticas.

Para marcar uma visita, contacte o email fonoteca@cm-porto.pt ou o número 221 146 789.

Leia aqui a nova edição digital e gratuita da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade