Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Gondomar terá uma cidade do design

Gondomar terá uma cidade do design

Projecto Gondomar
A43 Arquitectura

Nem só de filigrana vive esta cidade a 20 minutos do centro do Porto. Até 2020, espera-se que seja também conhecida pelo mobiliário e pela iluminação. Saiba como vai ser a megalómana Covet Town.

O projecto é ambicioso e os números reflectem bem isso. A Covet Group, uma empresa criativa que agrega algumas das melhores marcas de design feitas à mão em Portugal, arrancou, em Janeiro, com a Covet Town, um projecto-cidade que terá 80 mil metros quadrados e conta com um investimento total de 50 milhões de euros.

As instalações serão construídas em Gondomar, nas imediações do Seminário do Padre Dehon, até 2020, e pretendem agregar os Thinkers e os Makers, como gostam de frisar, no mesmo espaço. Ou seja, neste pólo industrial, os criativos e os artesãos dos 43 negócios do grupo vão poder trabalhar lado a lado. Para isso, as plantas da construção contemplam, no mesmo edifício, pisos para escritórios e para fábricas. Mas não só. Há ainda espaço para parque de estacionamento, central de logística, zona de restauração, museu, ginásio, posto médico, creche e habitação.

“Andámos dois anos a namorar este espaço junto ao seminário. É um projecto do qual nos orgulhamos e que deve ser também um projecto de orgulho para a cidade”, disse Amândio Pereira, administrador do grupo e um dos fundadores da Boca do Lobo, durante a conferência de imprensa que incluiu o lançamento da primeira pedra.

A Boca do Lobo foi a marca de mobiliário de luxo que deu o mote para que outras, de várias áreas, se juntassem a este projecto. “O grupo já tem 14 anos, no início estivemos a aprender como se fazia e o resultado é que nos últimos seis anos tivemos um crescimento muito rápido”, salientou, acrescentando que apesar de o grupo (que prevê atingir os 27 milhões de euros de facturação em 2017) empregar 500 pessoas neste momento, espera, com a concretização do projecto, criar 2500 postos de trabalho.

A Covet Town também é ambiciosa em planos menos materiais e, para isso, propõe-se a preservar a memória. Funcionará como um centro de formação de novos artesãos e, com a criação da Fundação Brhands, quer evitar o desaparecimento das artes manuais a médio e longo prazo.

O QUE É A COVET HOUSE? Na margem do rio Douro e a 15 minutos do centro histórico do Porto, a Covet House é uma espécie de showroom das marcas de mobiliário e de iluminação do grupo, como a Boca do Lobo, a DelightFULL, a Brabbu, a Koket, a Essential Home, a Maison Valentina, a Circu e a Luxxu. Idealizada para profissionais do design, lá misturam-se peças vintage com elementos modernos e produtos delicados com outros mais robustos.

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments