Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Há um burro bebé em Miranda do Douro à espera de um nome
A mãe Sereia e o seu novo rebento
© AEPGA A mãe Sereia e o membro mais novo da família

Há um burro bebé em Miranda do Douro à espera de um nome

Publicidade

A mãe chama-se Sereia. O filho nasceu há dez dias no Centro de Valorização do Burro de Miranda e a Internet vai poder escolher o seu nome. Quem baptizar o burrinho recém-nascido terá direito a ser o padrinho ou madrinha.

O Centro de Valorização do Burro de Miranda fica na aldeia de Atenor, no concelho de Miranda do Douro. É a casa de dezenas de burros, a sua maternidade, a sua escola, o seu recreio e o ponto de encontro com os muitos visitantes que todos os anos os vão conhecer. O centro contribui para a conservação da raça asinina de Miranda (ou Burro de Miranda), que é considerada património genético, ecológico e cultural único de Portugal.

No dia 20 de Abril, pelas 19.30, "o novo burranco via a luz do dia, trazendo mais um pedaço de felicidade para o Centro de Valorização do Burro de Miranda, que agora conta com mais um pequeno orelhudo", diz a Associação para o Estudo e Protecção do Gado Asinino.

Para escolher o nome, deixe a sua sugestão na página de Facebook da associação. O nome tem de começar pela letra Q porque os nomes dos burros são dados de acordo com uma letra por ano – atenção que no centro já zurram os pequenotes Quartzo e Quinoa. A primeira pessoa a sugerir o nome eleito ganhará como prémio o apadrinhamento de um burro, válido por um ano. 

Se quiser ajudar a associação pode fazer um donativo, fazer-se sócio ou apadrinhar um burro. Por 30€ por ano, os padrinhos e madrinhas podem visitar o burro sempre que quiserem, recebem um certificado de apadrinhamento e uma fotografia do seu afilhado.

dr

 

 

Leia aqui a edição desta semana da Time In Portugal

Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade