A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Isto vai dar merda
Sónia Teles Fernandes, fundadora do ‘Isto vai dar merda’

Isto vai dar merda: este evento online quer falar sobre a pandemia

O evento vai decorrer online e pôr mais de três dezenas de convidados a conversar sobre a pandemia sem papas na língua.

https://media.timeout.com/images/105796494/image.jpg
Escrito por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

Discutir os assuntos do momento de forma honesta e sem pressões. É este o objectivo de Sónia Teles Fernandes, que acaba de anunciar o evento online Isto vai dar merda. A primeira edição vai focar-se na pandemia, com duas conversas por semana, de 12 de Janeiro a 4 de Fevereiro, a partir das 21.30. Entre os vários convidados, encontram-se nomes como o de Miguel Poiares Maduro, Pedro Boucherie Mendes, Joana Lobo Antunes e até Fernando Ribeiro, dos Moonspell.

“Faz falta um espaço em que se possa falar sobre assuntos que estão a dar errado, pavimentando o caminho para salvaguardar que dêem, de facto, merda”, esclarece Sónia Teles Fernandes, no site do evento, onde é possível ficar a saber mais sobre a iniciativa, que materializa a máxima “quem avisa, amigo é”. “Falhar não é o pior que pode acontecer a alguém – é nada fazer com o que se aprende com esse falhanço que é realmente grave.”

Com início a 12 de Janeiro, prevêem-se quatro semanas de discussão e duas sessões por semana, sempre às terças e quintas-feiras, das 21.30 às 22.30. Cada painel contará com um moderador e três personalidades, convidadas a debater sobre um de oito temas relacionados com as várias facetas da pandemia, da saúde à comunicação da crise, até ao impacto na economia, na cultura e na primeira e terceira idades. 

Na agenda, que pode ser consultada online, destaca-se por exemplo uma primeira conversa sobre “Os Heróis da Pandemia”, que conta com o médico de saúde pública Bernardo Gomes a moderar o debate entre a médica de família Joana Novo, o enfermeiro hospitalar Paulo Baltazar e o cirurgião pediátrico João Moreira Pinto. Haverá também uma equipa de intérpretes de língua gestual portuguesa, nesta sessão e nas seguintes.

Para além das sessões ao vivo, que vão ser transmitidas em directo no Twitter e no Youtube, o evento conta também com várias rubricas temáticas, que prometem enriquecer as timelines de quem o seguir no Twitter, a única rede social onde está presente.

+ Iberanime Porto regressa a 16 e 17 de Outubro

+ Subscreva a nossa newsletter para receber as novidades e o melhor da sua cidade

Últimas notícias

    Publicidade