A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
parklet
© Mark HoganOs parklets são pontos de descanso no meio da cidade

Matosinhos pode vir a ter parklets, pequenos oásis na cidade

Os parklets aproveitam as zonas de estacionamento automóvel para as transformar em espaços de lazer. A proposta foi aprovada na Assembleia Municipal de Matosinhos.

Por
Ana Patrícia Silva
Publicidade

Os parklets são áreas contíguas às calçadas, onde são construídas estruturas em lugares de estacionamento automóvel para criar espaços para descansar, conviver, ler ou simplesmente estar. Estas estruturas podem incluir, por exemplo, bancos, mesas, estacionamento de bicicletas, alguns apontamentos verdes, como vasos com flores ou pequenas árvores, e até pontos wi-fi.

O objectivo é tornar as cidades mais convidativas, permitindo que as ruas sejam mais utilizadas pelas pessoas, em vez dos carros. Ao mesmo tempo, é uma forma de incentivar e dar mais vida ao comércio local. O conceito surgiu em Nova Iorque, nos anos 1970, e está presente em várias cidades mundiais, mas começa a ganhar força agora por causa da pandemia, que veio reconfigurar a forma como interagimos com as cidades. Este ano, os parklets já chegaram a Lisboa e poderão também vir a ser instalados em Matosinhos.

Parklet de Arroios
© Helena Galvão SoaresLisboa já tem parklets

Foi aprovada por unanimidade, em sede de Assembleia Municipal, a proposta do PAN para que a Câmara Municipal implemente um "projecto-piloto de instalação de parklets nas zonas com maior densidade comercial e propícias às várias formas de mobilidade suave na cidade de Matosinhos como medida de apoio ao comércio local, à vivência do espaço urbano e de incentivo à mobilidade suave", anuncia o partido, em comunicado.

Os parklets são espaços idealmente verdes que "visam promover o envolvimento de cidadãos e cidadãs na construção e na modificação de espaços urbanos, valorizar espaços de descanso e propor novos usos dos locais públicos, ampliar a vitalidade e a diversidade das vias públicas e incentivar o uso de transportes não motorizados".

"Esta proposta do PAN visa promover, assim, a aproximação das pessoas de Matosinhos, de cidades vizinhas e mesmo turistas ao comércio de rua, através de uma maior vivência do espaço urbano e incentivando, ainda, a um maior uso das várias formas de mobilidade suave”, explica Albano Lemos Pires, deputado municipal do PAN.

+ Há menus especiais para descobrir os restaurantes de Matosinhos

Descubra a edição desta semana, digital e gratuita, da Time Out Portugal

Participe no Time Out Index e conte-nos o que sente pela sua cidade

Últimas notícias

    Publicidade