A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
canoagem
© Filip Mroz / Unsplash

Nautical Portugal: o site que dá a conhecer as actividades náuticas do país

O projecto da Fórum Oceano foi lançado em site e mostra como se pode descobrir o país através da náutica, seja no litoral ou no interior.

Por Sebastião Almeida
Publicidade

Portugal é um país com uma grande ligação às actividades náuticas, seja em rio ou no mar. Mas faltava-lhe um projecto que agregasse toda a oferta disponível no território nacional. Esta segunda-feira, o Fórum Oceano, em parceria com a Associação Empresarial de Portugal, lançou um portal online, o Nautical Portugal, que “de forma intuitiva e acessível” disponibiliza informações sobre 24 estações náuticas certificadas e a oferta turística na área envolvente.

E em que se traduz a criação deste site? A partir deste momento, turistas nacionais e internacionais dispõem de uma página em que conseguem encontrar informações sobre todas as possibilidades de actividades, de Norte a Sul do país. Sejam elas canoagem, surf, passeios de barco ou paddle. Para integrarem a lista, as estações náuticas “têm de ser certificadas”, conta António José Correia, mentor do projecto. E apresentar alguns critérios de sustentabilidade ambiental e sanitária, bem como de acessibilidade e de envolvimento com a comunidade.

O Alto Minho, o Oeste ou o Baixo Guadiana são algumas das regiões representadas. Ao todo são 24 estações, sendo que a pretensão de António é que sejam cerca de 30 já em Março do próximo ano. Além das ofertas para actividades na água, o site mostra ainda alojamentos perto desses locais e restaurantes. A agenda náutica mostra o que se está a passar, sejam campos de férias ou eventos de regatas ou de competições conhecidas do público.

No fundo, defende António Correia, esta é “uma nova oferta que permite uma transformação no turismo”. O caminho, segundo o fundador, passa pela valorização do mercado interno. “Embora se identifique a náutica com o litoral, há praias fluviais e assim se descobre Portugal”, afirma.

A nova fase de candidaturas já abriu e prolonga-se até 31 de Outubro. Os pedidos de adesão têm-lhe chegado de vários pontos do país – talvez um prenúncio que os portugueses estão cada vez mais a virar-se para o seu próprio país e que querem investir na imagem de um território diverso, mas sempre ligado à água e à náutica.

+ Leia aqui a nova edição digital e gratuita da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade