A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Quando cai a noite na cidade
© Junpeng Ouyang / Unsplash

Porto vai ter guardas-nocturnos em 11 zonas da cidade

O serviço de guarda-nocturno será distribuído por 11 áreas do Centro Histórico, de Ramalde e de Lordelo do Ouro e Massarelos – e poderá ser alargado a outras zonas.

Por Ana Patrícia Silva
Publicidade

O Executivo Municipal aprovou, por unanimidade, a criação de um serviço de guarda-nocturno. Para já, o modelo estará distribuído por 11 áreas do Centro Histórico, de Ramalde, e de Lordelo do Ouro e Massarelos, mas o alargamento da medida é uma possibilidade, anuncia o site do município.

O modelo escolhido pela Câmara do Porto para definir estas áreas assentou nas solicitações de associações de moradores e junta de freguesia, uma vez que o serviço de guarda-nocturno é pago – caberá a estas entidades suportar este custo. A definição de zonas teve ainda o contributo da Polícia Municipal, que indicou áreas em que considera que este serviço seria importante.

O serviço de guarda-nocturno será criado em duas áreas na freguesia de Ramalde (Bairro da Vilarinha e Rua de São João de Brito e envolvente) e quatro na União de Freguesias de Lordelo do Ouro e Massarelos (Bairro dos Músicos, Bairro Marechal Gomes da Costa, Fluvial, Rua do Ouro e Arrábida, Bairro de Guerra Junqueiro).

Já na União de Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória, foram propostos guardas-nocturnos em cinco áreas: Rua de Cedofeita e envolvente, Praça de Carlos Alberto e zona da movida, Rua de Gonçalo Cristóvão, Rua de Faria Guimarães e envolvente, Praça dos Poveiros, S. Bento, Rua Sá da Bandeira e envolvente, e Rua das Flores, Ribeira e Miragaia.

Descubra a edição desta semana, digital e gratuita, da Time Out Portugal

Participe no Time Out Index e conte-nos o que sente pela sua cidade

Últimas notícias

    Publicidade