A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
DOARTE - Manuel Manso
©Manuel MansoFotografia de Manuel Manso, um dos fotógrafos do projecto

Projecto DOARTE vende trabalhos de 25 fotógrafos e valor reverte para Associação Acreditar

As fotografias estão à venda por um valor simbólico ao longo da iniciativa que dura até 6 de Janeiro.

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

As acções solidárias durante a quadra natalícia crescem, assim como cresce a vontade de ajudar. O projecto DOARTE surge nesse sentido ao reunir 25 fotógrafos e respectivos trabalhos numa acção solidária de venda de prints cujo valor reverte na totalidade para a Associação Acreditar.

A acção partiu de duas amigas, Catarina Ribeiro e Rita Machado, que quiseram ligar a arte à solidariedade, depois de tomarem conhecimento de uma iniciativa semelhante em Nova Iorque no início da pandemia, onde vários fotógrafos se juntaram para uma venda conjunta online para ajudar o Centro Hospitalar Elmhurst no combate ao vírus. 

“A Catarina é produtora e está muitas vezes em Nova Iorque e quando esse projecto surgiu chamou-nos logo a atenção. Olhámos uma para a outra e dissemos ‘temos de fazer isto em Portugal’”, diz Rita. “O processo foi muito rápido, começámos a contactar as pessoas em Outubro e Novembro e a onda de aceitação é comovente, todos aceitaram e temos imensa gente a querer ajudar”. 

Por cá, a situação é idêntica – são 25 os fotógrafos que até 6 de Janeiro terão à venda trabalhos originais na plataforma do DOARTEPresentes nesta iniciativa com trabalhos próprios estão António Bernardino Coelho, Arlindo Camacho, Eduardo Leal, Gonçalo Borges Dias, Gonçalo Delgado, Gonçalo F Santos, Gustavo Bom, Inês Norton, João Sousa, José Sarmento Matos, José Sena Goulão, Luís Godinho, Luís Mileu, Maique Madeira, Manuel Manso, Miguel Bartolomeu, Patrícia Melo Moreira, Paulo Goulart, Pedro Duarte Jorge, Pedro Pina, Pepe Brix, Rodrigo Vargas, Rui Caria, Tiago Miranda e Vera Marmelo. 

View this post on Instagram

A post shared by DOARTE (@__doar.te) 

Rita e Catarina têm mais projectos na calha, mas este acabou por ser o mais realizável e mesmo a tempo dos presentes de Natal. “Queremos evitar que as pessoas roubem imagens da Internet, que é super comum, e possam ter em casa arte a um preço acessível com a vantagem de estarem a ajudar”, explica. “A nossa ideia é sempre usar a arte como veículo de solidariedade, ao mesmo tempo que tornamos a arte mais democrática e acessível a todos”.

As fotografias estão todas à venda por 20€, valor que reverte na sua totalidade para as famílias da Acreditar - Associação de Pais e Amigos das Crianças com Cancro. O grande objectivo do projecto é conseguir chegar aos sete mil euros em vendas, valor que é capaz de alimentar várias famílias da Acreditar ao longo de três meses. 

Por detrás do DOARTE está um investimento pessoal de Catarina e Rita e de um grupo de amigos que, juntos, dão resposta a toda a logística do site, impressões, envios e mais um par de botas. 

+ Leia grátis a Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade