Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Saiba o que os cemitérios do Porto têm para lhe mostrar

Saiba o que os cemitérios do Porto têm para lhe mostrar

Publicidade

Tem medo do escuro? Prefere dar uma volta maior ao quarteirão só para não passar perto de um cemitério? Então desista desta notícia, ela não é para si. O XVIII Ciclo Cultural dos Cemitérios do Porto, que começou na semana passada, está de volta este sábado 12 ao Cemitério de Agramonte.

Dezoito jazigos e monumentos, todos sinalizados com velas, vão ser alvo de um "Raid Fotográfico Nocturno", ou seja, vão poder ser fotografados pelos participantes, que, no início da actividade, recebem um mapa com os lugares assinalados. A organização fez uma lista e sugere a captação de imagens nocturnas dos mausoléus de Adriano da Costa Ramalho e Francisco Antunes de Brito Carneiro.

A lista de jazigos é mais extensa e nela figuram os jazigos de Adriano Ramos Pinto, fundador da Casa Ramos Pinto, e da actriz Emília Eduarda; os jazigos em memória das vítimas do incêndio do Teatro Baquet, que aconteceu há 130 anos; e a ala que anteriormente era designada como a secção de jazigos dos não católicos.

Nos sábados seguintes, o ciclo acontece no Cemitério do Prado do Repouso. No dia 19, às 21.30, o historiador de arte Francisco Queiroz guia os participantes através dos jazigos de Francisco de Almada e Mendonça, que tem uma escultura de Soares dos Reis, e de António Pereira Baquet, fundador do Teatro Baquet.

“Músicos do Século XX Portuenses” é o nome da visita de dia 26, às 15.30. Ana Maria Liberal, doutorada em História da Música, leva os visitantes por entre as moradas eternas de personalidades da cidade ligadas à música, como o pianista Hernâni Torres; Aureliano da Fonseca, o médico que compôs o hino dos estudantes do Porto; ou o maestro Pedro Osório. A visita será acompanhada de um concerto ao vivo. António Oliveira no violoncelo, Maria Kagan no violino e Sara Carneiro na voz, vão lá estar a dar um pouco de vida ao evento.

+ Em noite de sexta-feira 13, cinco sítios de arrepiar no Porto e arredores

+ Os melhores escape rooms no Porto

 

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade