A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
YAO
© YAO

YAO: uma plataforma para comprar marcas portuguesas numa única encomenda

A plataforma reúne já mais de 30 marcas divididas entre Vestuário, Calçado e Acessórios. Os portes das encomendas são gratuitos para Portugal.

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

São jovens adultos. Estão preocupados com o futuro, com o que compram e com a sustentabilidade de uma das indústrias mais poluentes do mundo, a da moda. São jovens adultos à procura do que é único, do que é local e do que de melhor se faz por cá. É com base nestas premissas que nasce a YAO (Young Adult Outfits), uma plataforma que reúne marcas portuguesas de roupa, calçado e acessórios e de onde é possível fazer uma encomenda única com artigos de várias marcas. 

Carlos Ribeirinha, Guiomar Teles, Rita Dias e Joana Rodrigues dos Santos compõem o quarteto fantástico que idealizou este ponto de encontro entre marcas portuguesas e clientela jovem em busca de modelitos originais. 

“Temos noção que as compras online cresceram bastante, até porque no confinamento as pessoas ficaram limitadas e tiveram de se virar para essa vertente”, conta-nos Joana. “Usámos isso a nosso favor e quisemos aproveitar a onda de apoio ao consumo português para juntar num só local várias marcas que têm os mesmos objectivos: ser conscientes e originais.”

YAO
YAO

Juntaram o útil ao agradável – que é como quem diz, o cada vez maior número de marcas portuguesas no mercado ao facto de haver uma procura por parte de um público mais jovem por peças únicas e de qualidade. “Não é cliché nenhum dizer que preferimos a qualidade à quantidade, e há um sector de clientes que pensa da mesma maneira”, diz Joana.

Há um segmento do público jovem adulto que está mais atento, que quer ser único e ter personalidade, que acordou, finalmente, para a necessidade de comprar português. “Durante o confinamento, algumas pessoas ganharam consciência para a questão ambiental, para a questão de slow fashion e, por outro lado, passou a haver muito mais consumo local e um alerta para a necessidade de comprar português”, refere. “A indústria têxtil portuguesa é muito conhecida lá fora, e dão-nos muito valor – à nossa qualidade, ao nosso método –, só falta mesmo os portugueses se virarem para dentro e para o que é nosso”. 

A YAO marca pontos na hora de deixar que cada cliente tenha uma expressão individual, sem rótulos nem géneros. Sob o mote “Find Your Own", o site não se divide por género masculino nem feminino, mas sim por categorias Vestuário (camisas, camisolas, t-shirts, hoodies, meias, swimwear), Calçado (botas, creepers, pumps, sandálias e sapatilhas) e Acessórios (gorros, chapéus, jóias, óculos, carteiras, toalhas de praia), ou, se preferirem, os consumidores podem optar por escolher apenas a categoria da Marca. “Cada pessoa usa o que quer, quando quer. Não somos nós que vamos decidir os gostos, e se formos ver até há cada vez mais marcas com produtos unissexo, por isso fazia todo o sentido esta divisão.”

YAO
YAO

O processo de compra também sai facilitado pelo facto de ser uma única plataforma agregadora de todas as marcas, portanto não há necessidade de visitar os sites de cada uma delas. A encomenda é feita como se de uma qualquer outra loja online se tratasse, adicionando produtos ao carrinho e efectuando depois uma compra única, sendo que para Portugal os portes são gratuitos.

“Quando queremos fazer compras, temos de andar de site em site, e o que quisemos fazer aqui foi facilitar essa procura e, sobretudo, o processo de compra, que é mais chato e meio burocrático. Ter que repetir isso em três ou quatro sites diferentes é chato, e podemos evitá-lo com a YAO”, explica. 

Depois, os pedidos são reencaminhados internamente para cada uma das marcas e os respectivos produtos enviados pelas respectivas. A única diferença, no fundo, é que em vez de uma só encomenda recebe os produtos individualmente, enviados por cada marca.

Para já, contam com mais de 30 marcas, onde se destacam o Armazém das Malhas, Caia, Cardume, Coração Bobo, Diverge, Futah, Imago, Ivory, My Travelling Socks, Unna Wood, Whype, Voke, Vanilla Sand ou Wonther. A plataforma está em crescendo, portanto é normal que todas as semanas haja novidades, seja a nível de novos produtos, seja com novas marcas, sendo que a ideia é que seja um trabalho contínuo de apoio aos novos projectos que forem nascendo. A plataforma não tem um custo para as marcas, apenas é acordada uma comissão de venda depois de reunidas as condições para integrar a YAO. 

Leia aqui a edição online e gratuita da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade