Circular – Festival de Artes Performativas

Teatro Gratuito
Palco, Performance, Época
©Daniel Almé Época

A Time Out diz

Um clássico das artes performativas a norte, o Circular volta para ocupar as duas principais salas de espectáculos de Vila do Conde. O programa é sucinto, com nove propostas, mas suficiente para três estreias absolutas e uma estreia nacional. Em Pintura Transparente sobre Tela Invisível, Vera Mantero e Luís Guerra juntam-se pela primeira vez em cena, para dançar sem partitura coreográfica (dia 19, 21.30); na performance A importância de ser Alan Turing, Miguel Bonneville trabalha sobre a violência de género (dia 25, 21.30); e em Differenz – Wiederholung – Transformation (Diferença – Repetição – Transformação), o Noviga Projekto, de Clara Saleiro (flauta) e Manuel Alcaraz Clemente (percussão) apresenta peças de Giacinto Scelsi, Bernhard Lang e a nova e inédita versão de “4 Türkische Becken” (dia 26, 18:00). São as estreias absolutas. A nacional é protagonizada pelo brasileiro Volmir Cordeiro e a chilena Marcela Santander Corvalán, que dançam a extravagância em Época.

Por Editores da Time Out Porto

Publicado:

Detalhes

Também poderá gostar
    Últimas notícias