A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Três perguntas a... Luís Buchinho

Por
Mariana Morais Pinheiro
Publicidade

Depois de uma década na Rua José Falcão, Luís Buchinho fez as malas e mudou-se para a Rua de Sá da Bandeira onde vai ocupar, daqui em diante, um edifício dos anos 60, com três andares. No piso inferior, sem vista para a rua, ficam os armazéns; a loja ocupa o rés-do-chão; e o ateliê, onde é possível ver o estilista a trabalhar através das grandes janelas, é no andar superior. 

Porquê a mudança?
Quando aqui chegámos, à Rua José Falcão, há 10 anos, viemos desbravar um pouco a zona. No entanto, ela seguiu um rumo muito mais virado para a restauração e para a hotelaria, do que propriamente para o comércio. Gosto muito da aura da rua [de Sá da Bandeira] e desde que ela foi arborizada ficou com uma dignidade incrível. Para mim, é talvez o sítio onde existem os prédios mais bonitos da cidade.

Como vai ser o novo espaço?
A loja está inserida num edifício dos anos 60, com quatro montras gigantescas, com imensa luz, e com um lado mais modernista e contemporâneo. Em termos de secções é um espaço muito mais arrumado, que permite uma logística mais fácil e articulável. Precisávamos de um espaço assim, novo, que se adaptasse às necessidades do momento.

E como é a nova colecção para esta temporada?
É muito inspirada no litoral português, por causa das minhas memórias de infância. Eu cresci numa família de pescadores. Por isso quis criar uma colecção que reflectisse a vida árdua. As peças são confortáveis, leves, feitas de materiais que repelem a chuva e com um grande carácter de protecção, enquadrando-se bem no estilo de vida urbano.

Este blusão acolchoado faz parte da colecção de Inverno (325€)

Leia mais na revista de Outubro que está nas bancas.

+ O Portugal Fashion está aí a chegar

Últimas notícias

    Publicidade