White Rabbit: conheça o novo escape room no Porto

Há um novo espaço para os jogos de fuga e a estreia faz-se com um mergulho nos anos 80
© Marco Duarte O White Rabbit fica na Praça da República
Publicidade

O primeiro jogo do White Rabbit tem por título Stranger Room e inspira-se na série de televisão Stranger Things. Os jogadores são, por isso, desafiados a desvendar o misterioso desaparecimento de cinco crianças na década de 80, entrando num cenário totalmente inspirado nessa década. Os organizadores tiveram, aliás, o cuidado de não deixar entrar qualquer objecto fabricado depois de 1989. Há livros, consolas de jogos, um leitor de videocassetes VHS, cartazes de filmes, brinquedos e até uma máquina de jogos Arcade, sem esquecer o mobiliário. O espaço foi construído de raiz para este jogo e demorou quatro meses a ficar pronto.

A designação mais usada para estes jogos é a inglesa, escape games. São desafios em que os jogadores entram numa sala e têm 60 minutos para encontrar uma forma de sair. Para isso, têm de desvendar enigmas e superar provas, havendo sempre uma história como plano de fundo.

E há dois mentores na génese deste escape game. Sara Prazos é ilustradora, designer e fotógrafa; Luís Araújo é actor e encenador. Não será, portanto, de estranhar que tenham usado as competências das suas profissões neste projecto. São apreciadores de cinema, puzzles, enigmas, jogos de tabuleiro e parques temáticos, tendo às tantas percebido que tudo isso se juntava nos jogos de fuga. Depois de um périplo por salas do Porto, Madrid e Galiza, decidiram avançar com o projecto.

Mas há mais: para muito breve está prevista a abertura de uma segunda sala. Vai chamar-se Guilty e será um jogo policial passado dentro de uma esquadra, misturando as possibilidades de um jogo de fuga e do famoso Cluedo. O objectivo será não só escapar da sala a tempo, como descobrir o culpado do crime. Daqui a dois ou três anos poderão refazer os dois espaços e construir novos jogos.

Praça da República, 34. Seg-Dom 11.00-23.00. 45€-70€.

Mais sugestões para passar o tempo no Porto

Exit Games
DR
Coisas para fazer

Os melhores escape rooms no Porto

É mais do que normal querer sair com amigos e não ter ideias quanto ao que fazer. Os escape rooms vieram, em parte, ajudar a resolver esse tipo de impasses. Só tem de juntar um grupo divertido, escolher a melhor história, reservar uma sala e conseguir escapar em menos de 60 minutos.

Brick Clérigos
© João Saramago
Coisas para fazer

101 coisas para fazer na Primavera

Chegou, finalmente, a estação mais amena do ano e com ela dias mais longos e cheios de sol (já era tempo). Aqui tem uma lista com 101 coisas para fazer na Primavera, repleta de sugestões. Actividades ao ar livre, refeições em restaurantes com esplanada, sítios para correr, workshops, floristas e gelatarias são algumas das ideias que lhe damos. Aproveite.

Publicidade
Quinta do Covelo
© Cláudia Paiva
Miúdos

Coisas para fazer em família no Porto

Está saturado das semanas intermináveis de chuva e de fins-de-semana passados entre quatro paredes? Já não sabe o que fazer à energia dos mais novos lá de casa? Este sábado pode acordar cedo os miúdos — ou deixar-se acordar por eles — guardar os impermeáveis e sair à rua. Não, não chegou o Verão, mas a Primavera quer florescer e faz um breve intervalo na chuva. E como fim-de-semana é sinónimo de família e programas bem passados, damos-lhe algumas sugestões para o fazer fora de casa. 

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com