WOW. Pela madeira adentro

Diz que é um elogio à madeira na forma de centro interpretativo. Fomos conhecer o WOW e dizemos-lhe qual é o espanto

©João SaramagoWOW

O nome significa Work on Wood e é um centro de interpretação da madeira.
 Os visitantes são convidados a circular livremente pelo espaço e a encontrar a informação de que necessitam. Podem saber mais sobre o ciclo deste material ou espécies florestais, assim como podem ir em busca de ideias para decorar a casa ou desenvolver um projecto arquitectónico. Embora a iniciativa seja de uma empresa de soluções em madeira, a Finsa, o âmbito deste espaço não pretende ser comercial (sim, há referências à empresa mas nada que conduza à venda directa de produtos).

O projecto foi dividido em três vertentes: uma zona didáctica, uma galeria e uma
 área de coworking. Juntam-se a estes espaços um auditório e uma zona exterior com um palco. Foi concebido pelo arquitecto Adalberto Dias, e os conteúdos desenvolvidos pela equipa da Finsa, com elementos inspirados um pouco por todo o mundo. O WOW vai ainda ter um calendário de eventos, que poderão ser workshops, concertos, exposições, conferências e palestras, entre outros, a decorrer em vários pontos do espaço. Por esta descrição percebe-se que o projecto foi pensado para diversos públicos, desde o visitante que quer tirar ideias para sua casa ao arquitecto que procura aplicações em madeira, sem esquecer o estudante que quer aprofundar conhecimentos ou o participante num workshop.

WOW – Work on Wood, Estrada da Circunvalação, 9543. Seg-Sex 09.00-19.00. Grátis.

Pela madeira adentro

Galeria

Galeria

É uma zona de mãos na massa. O espaço é amplo e está repleto de produtos provenientes da madeira, como o MDF, o aglomerado, o superpan e o laminado, podendo-se ver como são fabricados e, mais importante, de que forma podem ser aplicados e combinados. Para isso, existem vários ambientes, como 
por exemplo uma cozinha à escala real 
cujos móveis podem ser personalizados 
pelos visitantes: basta pegar em amostras 
de portas, tampos ou outras superfícies e trocar de acordo com os gostos. A mesma lógica aplica-se numa área dedicada aos pavimentos, podendo-se experimentar vários tipos de soalho. Espalhados por toda esta área estão pontos onde o visitante se pode sentar para trabalhar, organizar apontamentos ou assentar ideias.

Zona Didáctica

Zona Didáctica

Nesta área há três mesas touch screen e o visitante é convidado a navegar livremente pelos diversos conteúdos. Um dos mais originais inclui várias amostras de madeira para colocar sobre a mesa e obter todas as informações sobre a sua proveniência, características e usos. Há ainda uma
 curiosa linha do tempo a mostrar de que forma a madeira está presente ao longo 
das nossas vidas. Não menos importantes são as informações sobre o sector florestal,
a indústria, as aplicações e a distribuição, assim como projectos emblemáticos em que esta matéria-prima foi bem usada. Destaque para as fotografias de obras e depoimentos de arquitectos de renome, como Álvaro Siza, Souto de Moura, Kengo Kuma, Alexandre Burmester e vários outros.

Publicidade
Coworking

Coworking

Tem capacidade para 75 pessoas, podendo chegar às 150, e é gerido pela NOW_No Office Work, empresa nascida a partir da LX Factory, de Lisboa, pioneira na criação deste tipo de espaços em Portugal. Esta zona será uma das mais dinâmicas do WOW, querendo os mentores que seja um ponto de encontro para pessoas de diferentes áreas. Há vários modelos de ocupação, com apoio de três salas de reunião, uma zona de pufes, uma copa e até um palco para eventos, estando prevista uma agenda diversificada. Há ainda sete gabinetes fechados, para quem procure um ambiente mais recatado. Os ocupantes do cowork têm ainda acesso ao terraço, que nos dias de bom tempo promete ser movimentado.

Outras sugestões

Mãos à obra

Interessa-se por marcenaria, técnicas artesanais antigas, ou gostava de aprofundar os seus conhecimentos
 na área têxtil? Então leia o que se segue.

Por Sérgio Gomes da Costa

Os melhores espaços de coworking no Porto

O marasmo do seu escritório caseiro distrai-o mais do que uma fanfarra em dia de romaria? Preferia trabalhar no meio de gente criativa, cheia de ideias geniais? Aqui tem uma lista com alguns dos melhores espaços de coworking no Porto. Mãos à obra.

Por Mariana Morais Pinheiro
Publicidade

Comentários

0 comments