A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Televisão, Série, Comida, Ugly Delicious, David Chang
©DRUgly Delicious

Comer com os olhos: oito séries para abrir o apetite

O isolamento social não está a ser fácil para ninguém e os foodies também são gente. Esqueça os talheres: com estas séries, as experiências gastronómicas fazem-se de comando na mão.

Escrito por
Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

É verdade que os serviços de entrega de comida continuam a levar o melhor dos restaurantes às nossas casas, mas não é a mesma coisa. Ainda bem que existem séries e documentários que ajudam a matar saudades das histórias dos chefs, das paredes dos restaurantes, e muito mais. Há de tudo nesta ementa: desde clássicos modernos, como Anthony Bourdain: No Reservations e Jiro Dreams of Sushi, a fenómenos mais recentes, como Ugly Delicious. E sim, bem sabemos que o efeito destas incursões audiovisuais não é propriamente o que queremos, tendo em conta que há pouco mais a fazer do que fazer rusgas ao frigorífico. Esta lista é para comer tudo com os olhos e nada com a boca. O que já não é pouco.

Recomendado: 80 restaurantes no Porto com entregas take-away

Séries para abrir o apetite

1. Jiro Dreams of Sushi

O documentário sobre o chef de sushi Jiro Ono, realizado por David Gelb, é magnífico. Uma meditação sobre a busca da perfeição e a obsessão com o trabalho, tão interessante para foodies como para quem é alérgico a peixe cru.

Netlfix

2. Chef’s Table

Criada por David Gelb, o mesmo realizador do excelente Jiro Dreams of Sushi, que ainda agora descrevemos, esta docussérie nomeada para vários Emmys acompanha e retrata grandes chefes, revelando as suas inspirações e o seu (não raramente complicado) processo criativo. Na Netflix encontram-se seis temporadas e um spin-off apenas com franceses.

Netlfix

Publicidade

3. Cooked

Inspirada no livro homónimo de Michael Pollan, a minissérie de Alex Gibney leva-nos numa viagem à volta do mundo e pela história da comida. Cada episódio centra-se num dos quatro elementos e nas diferentes formas como eles nos ajudam a cozinhar.

Netlfix

4. Foodie Love

A série escrita e realizada pela catalã Isabel Coixet, para a HBO, explora a relação entre o coração e o estômago. Uma relação antiga, aqui retratada através de um romance que começa e continua a desenvolver-se sempre de volta dos pratos.

HBO
Publicidade

5. Somebody Feed Phil

Phillip Rosenthal tem fominha. E ainda bem para nós que a tem. É da maneira que podemos acompanhar o criador da sitcom Everybody Loves Raymond nas suas viagens gastronómicas à volta do planeta. Para ficar de barriga cheia sem sair do sofá.

Netlfix

6. Samurai Gourmet

Baseada nos manga Kodoku no Gourmet, de Masayuki Qusumi e Jiro Taniguchi, esta produção da Netflix acompanha um homem que, depois de reformado, se dedica a comer e beber o que sempre quis. Ele e o seu alter ego: um samurai.

Netlfix

Publicidade

7. Ugly Delicious

É a melhor série gastronómica dos últimos anos. Em cada episódio, o chef norte-americano David Chang viaja pelo mundo e fala com amigos, colegas e especialistas sobre um prato (pizzas, tacos, etc.). É o ponto de partida para uma análise cultural e sociológica mais abrangente e muito calórica.

Netlfix

8. Anthony Bourdain: No Reservations

O último episódio de No Reservations foi para o ar em 2012 e Anthony Bourdain deixou-nos em 2018. Ainda assim, não podíamos deixar de incluir a saudosa série documental nesta lista. Afinal, continua a ser um dos melhores programas de comida. E de viagens. E de cultura.

My Cuisine, posição 622 do MEO. Qui 22.00

Mais séries para ver

  • Filmes

As listas, como quase tudo nesta vida, são relativas. Mas depois de enchermos uma espécie de conselho de administração com loucos de séries televisivas e outros consultores da redacção da Time Out, chegámos a estas 25. Portanto, se vai começar a disparar insultos e a pedir justificações para as suas séries de comédia preferidas não estarem aqui avisamos já que não vai ter sucesso. Podiam ser outras, mas são estas. E pedimos desculpa às que ficaram de fora. Mais um alerta à tripulação: estas séries de comédia estão ordenadas apenas por ordem alfabética, que não queremos alimentar ainda mais a polémica. Ria-se connosco.  Recomendado: Séries a não perder este mês

  • Filmes

Começou timidamente em Portugal, com uma mão cheia de bons conteúdos e algumas apostas menos conseguidas. Com o passar dos anos, ganhou terreno, fez muitos de nós trocar as noitadas na rua pelas noites no sofá e na cama, e é difícil imaginar a vida sem saber que a temos ali. Filmes, séries, documentários, docusséries, há muito material para ver e fazer verdadeiras maratonas visuais sem sair de casa (e mesmo se o quiser fazer, é só levá-la no telefone). Junte-se à febre do streaming e conheça as melhores séries para ver na Netflix. Recomendado: As 25 melhores séries de comédia

Publicidade
  • Filmes

Há cada vez mais e melhores séries de super-heróis na televisão. Dos personagens da DC no chamado Arrowverse do canal CW – Arrow, The Flash, Legends of Tomorrow e Supergirl – à comitiva da Marvel na Netflix – Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage, Punho de Ferro, Os Defensores e O Justiceiro –, passando pelos inúmeros vigilantes (e não só) que se desdobram por outros canais e plataformas, sem se inserirem num complexo universo partilhado, com Watchmen da HBO à cabeça. Mas não é de agora que há super-heróis na televisão: há uma ou outra velha série que merece ser revista. A começar pelos desenhos animados de Batman dos anos 90. Recomendado: 12 grandes filmes de piratas

  • Filmes

Ter menos coisas é sinónimo de mais tempo e liberdade para fazer o que lhe dá prazer. Mas ser minimalista não significa abdicar de todas as suas posses materiais nem deixar de consumir. Significa, sim, livrar-se do que não é essencial e aprender a consumir melhor. Para o ajudar a pôr a vida em ordem, reunimos duas séries e dois documentários sobre o poder do menos. Desde Joshua Fields Millburn e Ryan Nicodemus, do movimento The Minimalists, até à guru da organização Marie Kondo, estes são os professores e as lições de que precisa para aprender mais sobre minimalismo, organização, casas pequenas e desperdício zero. Recomendado: Três documentários sobre sustentabilidade para ver em casa

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade