Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Refúgios de ecoturismo onde o Minho é ainda mais verde
Portugal Active – Mountain Lodge
© DR Portugal Active – Mountain Lodge

Refúgios de ecoturismo onde o Minho é ainda mais verde

Para umas férias ou escapadinhas ecológicas, escolha alojamentos amigos do ambiente. Nestes refúgios de ecoturismo, o Minho é ainda mais verde. Descanse e salve o planeta.

Por Ana Patrícia Silva
Publicidade

Para respirar ar puro e lavar a alma, escolha alojamentos amigos do ambiente, mas sem sacrificar o conforto. Aqui, onde o Minho é ainda mais verde, encontra alojamentos de charme rústico, mas com as mordomias da modernidade. Rodeados de árvores autóctones, em harmonia com a natureza, com o chilreio dos pássaros e o cheiro das flores e frutos. Com casas em pedra e madeira, piscinas naturais, painéis solares, jardins biológicos ou até com quintas que funcionam como santuário para animais e para a flora selvagem. Lá fora, o verdejante Minho convida a caminhadas, a desportos e aventuras.

Recomendado: Os melhores sítios para fazer glamping no Minho

Ecoturismo no Minho

Quinta da Bouça d’Arques
Quinta da Bouça d’Arques
© DR

Quinta da Bouça d’Arques

Aqui faz-se silêncio. Os sons são da natureza – dos pássaros, do vento nas árvores e da água que corre da fonte. Esta propriedade com mais de três séculos de história está envolta na tranquilidade verde das vinhas e da floresta. O amor pela mãe natureza está presente em detalhes como os jardins que florescem graças a um sistema de compostagem ou a piscina salgada, que dispensa produtos químicos. À volta da quinta, um bosque com árvores centenárias e vegetação voluptuosa pode ser explorado a pé ou nas bicicletas facultadas gratuitamente.

Viana do Castelo. Rua Abreu Teixeira 333, Vila de Punhe. boucadarques.com

Sobrenatura
Sobrenatura
© DR

Sobrenatura

A natureza, os seus cheiros e chilreios, são o pano de fundo deste conjunto de casas ecológicas e inclusivas, com as serras do Gerês em frente e o rio Lima a correr em baixo. Das ruínas de uma antiga quinta do século XIX foram reerguidas quatro casas. Mantêm o traço típico das construções minhotas, mas ganharam modernidade no design e em tecnologias como painéis solares térmicos e fotovoltaicos, bombas de calor, isolamento térmico e piscinas sem produtos químicos. A sustentabilidade da quinta está também no uso de materiais naturais, na maximização de matérias-primas locais e na vegetação autóctone. Duas das casas estão adaptadas para pessoas com mobilidade condicionada – a Casa da Eira, que guardava os cereais e as alfaias agrícolas, e a Casa de Cortiça, o antigo lagar.

Arcos De Valdevez. Gração, São Jorge. sobrenatura.com

Publicidade
Portugal Active – Mountain Lodge
Portugal Active – Mountain Lodge
© DR

Portugal Active

São dois refúgios perfeitos entre o campo e o mar que convidam a explorar as maravilhas da natureza. Mas sem a estragar. A casa Mountain Lodge foi erguida em cima de um rochedo, no topo de uma colina. Aproveite a piscina, o salão de jogos e o jardim biológico, onde pode colher frutos e legumes para as suas refeições. Ao dispor da casa há chefs, massagistas e instrutores de ioga. Na casa Ocean Lodge, os pontos fortes são a piscina, com filtragem ultravioleta e oxigénio activo, e o acesso directo e privado ao rio Âncora – pode seguir até à praia navegando num caiaque pelas águas límpidas fluviais. Pode ainda passear numa Fat Bike (bicicletas com pneus largos para pedalar na areia), galopar a cavalo pela praia ou ver o pôr-do-sol no meio do oceano em stand-up paddle.

Geraz do Lima e Vila Praia de Âncora. portugalactive.com

Quinta do Minhoto
Quinta do Minhoto
© DR

Quinta do Minhoto

Lá fora, o verdejante Minho convida a caminhadas e a passeios com as bicicletas disponibilizadas gratuitamente. Aqui dentro também há muito para fazer. Ou para não fazer nada. As três casas em pedra têm acesso a um grande jardim, um parque infantil, sala de jogos e zona de churrasco. Mas a estrela da quinta é a piscina biológica. Sem tratamentos químicos, diferencia-se das convencionais porque a qualidade da água é regulada pelo ciclo da natureza. É composta por uma zona destinada a banhos e outra para depuração natural da água através da fotossíntese das plantas aquáticas. É a verdadeira comunhão com a natureza.

Fafe. Rua de Paçô 107, Fornelos. quintadominhoto.com

Publicidade
Arcos House
Arcos House
© DR

Arcos House

Pelo caminho vai cruzar-se com as belas vacas minhotas. Ao chegar encontra a aldeia de Carralcova, uma zona montanhosa que vive do cultivo agrícola e da criação de gado. As antigas casas foram recuperadas e transformadas em alojamentos de charme rústico com as mordomias da modernidade. A Arcos House tem o rótulo Green Key, que reconhece as boas práticas ambientais. Pode ficar numa das casas de granito, algumas com jacuzzi privativo e lareira no quarto, ou no eco-bungalow revestido a cortiça, com seis quartos twin. Tem ao seu dispor um restaurante, um wine bar, piscinas exteriores, acesso a trilhos e ao eco-park de Oussias.

Arcos de Valdevez. Lugar de Oucias, Carralcova. arcoshouse.com

Quinta Lamosa
Quinta Lamosa
© DR

Quinta Lamosa

Num terreno com castanheiros, macieiras e marmeleiros há opções de alojamento em harmonia com a paisagem como a Casa da Árvore, construída com madeira de pinho silvestre, a Casa do Espigueiro, em madeira de abeto nórdico ou a Casa da Corte, em madeira e pedra, erguida num antigo estábulo de animais. Pode ver o tempo a passar nas espreguiçadeiras no alpendre, na piscina de água salgada ou na área ribeirinha do rio Vez. Ou então aventure-se em desportos aquáticos ou em passeios de bicicleta e a cavalo pelos trilhos em torno da propriedade.

Arcos de Valdevez. Lugar da Zebra, Gondoriz. quintalamosa.com

Publicidade
Quinta das Águias
Quinta das Águias
© DR

Quinta das Águias

Um casal trocou o Porto por uma quinta abandonada em Paredes de Coura para criar um refúgio que respeita todas as formas de vida. Este é um santuário para animais e para a flora selvagem, uma quinta biológica auto-sustentável e um centro de promoção da cozinha vegetariana. Pode optar entre a Casa de Hóspedes, uma casa de campo típica com duas suítes, ou a Casa do Pavão, um antigo celeiro reconvertido em habitação open-space. Pode fazer amigos entre os muitos animais da quinta – dê muitos mimos às ovelhas, porcas, pavões, porquinhos-da-índia, tartarugas, gatos, gansos, cavalos, patos, cães e coelhos. Todos foram resgatados de situações de risco como matadouros, laboratórios de testes, maus tratos ou abandono. Aqui vão viver felizes para sempre.

Paredes de Coura. Caminho de Moreira, Rubiães. quintadasaguias.org

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade