A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Anémona de Matosinhos
© Câmara de MatosinhosEscultura "She Changes", de Janet Echelman, mais conhecida como "Anémona"

A “anémona” de Matosinhos vai ser reabilitada

A escultura instalada junto à marginal de Matosinhos vai ser alvo de uma reabilitação. A intervenção irá incidir na rede e também na estrutura metálica.

Por Ana Patrícia Silva
Publicidade

A escultura "She Changes", mais conhecida como "Anémona", ilustra uma das principais entradas de Matosinhos – a Praça Cidade S. Salvador, na fronteira com a cidade do Porto.

A peça, da autoria da escultora Janet Echelman, foi instalada em 2004 para assinalar a importância da actividade piscatória no concelho. É composta por três grandes postes metálicos, um deles com cerca de 60 metros de altura, e uma rede vermelha e branca que, suspensa num anel com 42 metros de diâmetro, movimenta-se ao sabor do vento.

Com o tempo, tornou-se a imagem de marca da cidade, mas, ao longo dos anos, a degradação provocada pela proximidade do mar tem motivado diversas reparações. Na passada sexta-feira começaram os trabalhos de desmontagem da rede da escultura, com vista a ser reabilitada, anunciou a Câmara de Matosinhos.

A escultura apresentava sinais de degradação
© Câmara de MatosinhosA escultura apresentava sinais de degradação

A peça tem um peso estimado de oito a dez toneladas, por força das areias acumuladas. Uma nova rede idêntica à original será, entretanto, fabricada na Maia pela empresa Lankhorst Euronete Portugal, num processo manual que deverá demorar cerca de quatro meses. A nova rede, que deverá pesar 1,5 toneladas, vai obedecer a um caderno de encargos da escultora Janet Echelman para ficar igual à original. Vai representar um investimento de 70 mil euros (+ IVA) por parte da autarquia.

Paralelamente à execução da nova rede, a Câmara vai requalificar a estrutura, trabalho que poderá passar pela reparação ou substituição dos vários elementos metálicos, mediante o seu estado de degradação. Também a iluminação será totalmente remodelada, permitindo "uma variedade de cores, cenários e intensidade que tornará a escultura ainda mais atractiva", refere o comunicado do município.

Para o efeito, serão instalados 16 projectores LED “Dynamic” de 120 W, em aço inoxidável, e oito projectores 30W em RGB em caixas de protecção. Estes vão garantir "uma maior eficiência energética", com uma redução de consumo de cerca de 50% e uma redução de custos de energia, graças ao Sistema de Iluminação Inteligente fabricado em Portugal (SmartLi).

A estrutura também vai ser requalificada
© Câmara de MatosinhosA estrutura também vai ser requalificada

A execução deste trabalho tem um prazo previsto que varia entre os oito e dez meses, dependendo das condições climatéricas, já que grande parte dos trabalhos de reparação da estrutura irá realizar-se a 55 metros de altura.

O início da operação de retirada da rede foi também assinalado com a realização do último de três vídeos-performances “New Horizons//Matosinhos”. Depois do Terminal de Cruzeiros de Leixões e do Farol da Boa Nova, em Leça da Palmeira, foi a vez da escultura da Anémona. O registo desta experiência resultará na produção de um documentário sobre o projecto e na criação de vários vídeos promocionais de Matosinhos.

+ Matosinhos vai ter mais cinco linhas de autocarro

Leia aqui a edição online e gratuita da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade