Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right A partir de Maio a Câmara Municipal de Gaia vai medir a qualidade do ar
Notícias / Vida urbana

A partir de Maio a Câmara Municipal de Gaia vai medir a qualidade do ar

Gaia
© João Saramago O investimento é superior a um milhão de euros

A partir de Maio não estranhe se encontrar equipamentos invulgares instalados na Avenida da República ou na Estrada Nacional 222, em Vila Nova de Gaia. Tratam-se de sensores da qualidade do ar e têm como objectivo contribuir para a descarbonização do concelho e para a melhoria do espaço público. 

"O que não conhecemos não nos inquieta", explicou o Presidente da Câmara Municipal de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues. É nesse sentido que vão ser colocados os equipamentos. "Hoje ninguém tem dúvidas de que, em algumas zonas urbanas do concelho, a qualidade do ar nem sempre é boa, porque temos hoje uma pressão de transporte que nos está a dificultar. Só que não há medição e como não há medição andamos todos tranquilos", disse em declarações à Lusa.

Como é que o projecto-piloto vai funcionar? A medição vai ser feita através de sensores e os números divulgados através de ecrãs colocados nos mesmos locais. Posteriormente, a autarquia deverá intervir: "A partir de determinados valores nós temos mesmo de dizer parou e não há circulação", adiantou o autarca.

Em simultâneo e com o mesmo objectivo, estão a ser desenvolvidos outros projectos em Gaia. É o caso do projecto de neutralidade energética e de reutilização de águas residuais da estação de tratamento de águas residuais de Gaia Litoral, que representa uma poupança superior a 300 mil euros anuais, ou os Centros Ecotudo, que vão receber artigos que os cidadãos já não querem, como pneus usados ou mobília antiga, por exemplo.

+ Tudo o que pode fazer em Gaia em 1 dia

+ Os melhores restaurantes em Gaia

Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email. 

Publicidade
Publicidade