A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
two to woo
©DRtwo to woo

A two to woo é a nova marca portuense de roupa para grávidas (e não só)

Vende duas peças essenciais e intemporais em qualquer guarda-roupa: umas leggings e uma saia lápis, produzidas com tecidos sustentáveis, de grande qualidade, fabricados 100% em Portugal.

Escrito por
Mariana Morais Pinheiro
Publicidade

Quando o assunto é moda, os estilos dividem-se. Há-os para todos os gostos e ainda bem. Mas há um, sempre consensual, que irá prevalecer, venham as tendências que vierem. E como já dizia a actriz Ivone Silva: “Com um simples vestido preto, nunca me comprometo”. A two to woo, a mais recente marca de roupa online portuense para grávidas, não vende vestidos pretos, mas anda lá perto. Tem duas peças essenciais e intemporais em qualquer guarda-roupa: umas leggings e uma saia lápis, produzidas com tecidos sustentáveis, de grande qualidade, fabricados 100% em Portugal.

As peças são feitas à base de uma mistura de modal e elastano, o que as torna muito confortáveis, permitindo uma grande liberdade de movimentos. Não trazem etiquetas, nem vêm embrulhadas em embalagens de plástico, evitando assim desconfortos e desperdícios desnecessários. A sustentabilidade é, aliás, uma das grandes bandeiras da two to woo, que defende a qualidade acima da quantidade. E é por isso que a produção é feita em pequenas quantidades, recorrendo a métodos que protegem e respeitam o meio ambiente. 

two to woo
©DRtwo to woo

O objectivo é que as peças durem muito tempo, mesmo depois de várias lavagens. E apesar de terem nascido no início de Janeiro a pensar nas grávidas — uma vez que tanto a saia lápis (49,95€), como as leggings (54,95€) acompanham os diferentes estágios da gravidez —, a verdade é que podem ser usadas antes, durante e depois, porque “se adaptam ao corpo e podem ser usadas mesmo após o período de gravidez, tornando-as num investimento para muitos anos”.

"Quando estive grávida, as roupas que encontrei tinham pouca qualidade e, depois de as lavar, rapidamente ficavam estragadas. Tinha umas leggings que depois da gravidez não as consegui voltar a usar porque a cinta para a barriga não é adaptável a um corpo sem barriga", conta Maria Lígia Benfeito, a mentora da marca. E o melhor de tudo é que estas são fáceis de combinar com outras peças que já existam no armário, criando looks mais casuais ou mais formais. Para uma reunião de trabalho ou para correr atrás dos miúdos.

+ Marca portuguesa de jóias lança colecção de NFTs

Últimas notícias

    Publicidade