Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Águas Furtadas organiza leilão solidário e exposição
Adriana Fontelas
'A primavera chegou lá fora' de Adriana Fontelas

Águas Furtadas organiza leilão solidário e exposição

Publicidade

“Vai ficar tudo bem”, palavras habitualmente emolduradas por um arco-íris, é uma mensagem que tem sido colorida e pendurada pelas varandas de todo o mundo. Agora, é também o mote para a exposição digital do mesmo nome, anunciada na semana passada pela Padaria Águas Furtadas, loja e galeria com dois espaços na baixa do Porto.

O espaço convida os artistas (residentes e não só) a submeter trabalhos sobre “estar de quarentena”, a “positividade que sentem em relação a esta situação”, o medo e a ansiedade ou “a vontade de voltar lá para fora”.

A open call, que ainda está a decorrer, deu origem a uma exposição digital que está a funcionar em forma de leilão solidário. Todos os dias, às 14.00, são publicados três trabalhos de um artista, que ficam a aguardar licitação durante uma semana. O valor base de cada obra é decidido pelo artista e 50% do valor angariado reverte a favor do Hospital de São João (25% são para o artista e outros 25% para a galeria).

Actualmente, já estão disponíveis trabalhos de Adriana Fontelas, ilustradora residente e funcionária da Águas Furtadas, e de artistas como Ana Luísa Farinha, Ana Rita Robalo e Leonor Violeta, sobre as quais é apresentada, também, uma pequena biografia. A exposição, que estará em construção até ao fim da quarentena, irá passar, depois, do ecrã para as paredes da galeria.

'Dream' (2020), Leonor Violeta

 

'Dream' (2020), Leonor Violeta
© Leonor Violeta

 

+ 10 obras de arte que nos lembram como é bom estar em casa

+ MoMA oferece cursos gratuitos de arte online

 Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade