A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Bode Inspiratório, o folhetim criado por 40 escritores em quarentena
© Nuno CeraFotografia de Nuno Cera, uma das obras criadas em contexto de isolamento

Bode Inspiratório: o folhetim criado por 40 escritores em quarentena

Por Maria Monteiro
Publicidade

Em pleno estado de emergência, acciona-se a literatura de emergência. Bode Inspiratório — projecto idealizado e coordenado pela escritora Ana Margarida de Carvalho — é um folhetim à moda antiga, em que um escritor começa a história e os seguintes têm de a continuar com base nos capítulos anteriores. Cada um tem 24 horas para escrever o seu capítulo e dar o seu contributo literário.

A iniciativa conta com 40 nomes da literatura portuguesa, como Mário de Carvalho, Afonso Cruz, Inês Pedrosa, Luísa Costa Gomes, Afonso Reis Cabral, Ana Margarida de Carvalho, Isabela Figueiredo ou Valério Romão, todos em isolamento social devido à pandemia de Covid-19, à semelhança do resto do país e do mundo. Todos os dias, é publicado um novo capítulo do folhetim no Facebook do projecto.

Neste momento, já estão disponíveis os dois primeiros capítulos da história, assinados por Mário de Carvalho e Inês Pedrosa, respectivamente. Além de ser um espaço habitado pela literatura portuguesa, o “Bode Inspiratório” funciona, simultaneamente, como espaço de divulgação para a arte produzida em isolamento. 

António Olaio, Ana Vidigal, Pedro Cabrita Reis, Manuel João Vieira e Marta Wengorovius são alguns artistas plásticos que se unem a esta iniciativa e que, à vez, exibem uma obra de arte inédita no cabeçalho da página. O projecto decorre até ao final de Abril e deverá dar origem, posteriormente, a um livro e a uma exposição.

+ Imprensa Nacional disponibiliza 15 livros para download gratuito

Últimas notícias

    Publicidade