A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Centro de Valorização do Burro de Miranda
© Cláudia CostaCentro de Valorização do Burro de Miranda

Centro de Valorização do Burro de Miranda já reabriu para visitas

O paraíso dos burros fica em Miranda do Douro. Agora já pode voltar a visitar este centro de conservação de um animal que é considerado património único de Portugal.

Por Ana Patrícia Silva
Publicidade

Depois de um longo período encerrado para visitas, o Centro de Valorização do Burro de Miranda (CVBM), situado em Atenor, no concelho de Miranda do Douro, está novamente aberto ao público. É a casa de dezenas de burros, a sua maternidade, a sua escola, o seu recreio e o ponto de encontro com os muitos visitantes que todos os anos os vão conhecer.

O centro contribui para a conservação da raça asinina de Miranda (ou Burro de Miranda), que é considerada património genético, ecológico e cultural único de Portugal. Aqui vivem burros rodeados de prados onde têm liberdade para correr e para soltar seus instintos naturais. Ao visitar o centro, poderá conhecer os animais e todo o trabalho em prol da sua conservação, bem como a biodiversidade deste recanto do Planalto Mirandês.

Além dos estábulos, o CVBM conta com terreno para tratamento do estrume produzido, um picadeiro para doma dos burros e uma maternidade/infantário que abriga as fêmeas prenhas, as recém-mamãs e os seus pequenos burrancos. Este ano nasceram seis pequenotes: a Quimera, a Quinoa, o Quebra-Nozes, a Quietude, a Quinta e o Quartzo, um burrico que foi adoptado após perder a mãe.

Até ao final de Setembro, as visitas acontecem à terça, quinta, sábado e domingo, com início às 10.00 e às 17.00. É necessária a marcação prévia, com indicação de dia, hora e número de pessoas, por e-mail (aepga@aepga.pt) ou telefone (925 790 391 / 925 790 394). A lotação máxima para cada visita é de oito pessoas (crianças até 24 meses não serão contabilizadas), de forma a garantir o devido distanciamento entre visitantes. 

A entrada custa 3€, mas é gratuita para crianças com idade inferior ou igual a 6 anos. As novas regras implicam o rastreamento da temperatura à entrada e o uso de máscara ou viseira durante toda a duração da visita. Entre pessoas que não sejam da mesma família, terá de ser mantida a distância mínima de dois metros. Consulte todas as condições das visitas.

Centro de Valorização do Burro de Miranda
Centro de Valorização do Burro de Miranda © Cláudia Costa
Centro de Valorização do Burro de Miranda
Centro de Valorização do Burro de Miranda © Cláudia Costa

+ Há um burro bebé em Miranda do Douro à espera de um nome

+ Leia aqui a nova edição digital e gratuita da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade