A Time Out na sua caixa de entrada

© DR
© CookerPan

CookerPan: a nova aplicação onde chefs amadores podem publicar os seus pratos

Por Bebiana Rocha
Publicidade

Há uma nova aplicação a pensar nos foodies e cozinheiros espalhados pelo país. Chama-se CookerPan e pretende ser o ponto de contacto entre chefs amadores e pessoas que procuram pratos com um toque caseiro.

A aplicação está disponível desde 1 de Abril e conta já com 40 cozinheiros inscritos, oito deles na zona do Porto. Prevê chegar ao final do ano com 7500 a 10.000 utilizadores, se mantiverem o ritmo de crescimento, diz Fábio Carreto. O membro da equipa conta-nos que tudo começou numa tertúlia de amigos, onde deram conta que “nos restaurantes já não se encontrava aquela comida com o sabor da comida da avó”. Cruzavam-se também muitas vezes no Instagram com contas de comida que enchiam o olho e começaram a pensar numa aplicação que pudesse juntar os dois mundos.

A ideia foi apresentada pela primeira vez em 2018, na Web Summit, em Lisboa, e desde aí não pararam de a melhorar. Segundo Fábio Carreto, as maiores dificuldades prenderam-se com as funcionalidades, uma vez que era preciso perceber muito bem quais eram as que interessavam mais aos cozinheiros e clientes.

Descreve ainda este aplicativo como “um mercado digital” e não tanto como “uma aplicação de entrega de comida”, realçando que actuam apenas como “ponto de encontro entre as partes”, não havendo qualquer responsabilidade por “entregas erradas ou atrasadas, má acomodação ou outro problema”. A única forma de controlo que têm é através das avaliações: “más avaliações implicam exclusão da plataforma, as boas avaliações significam subir nos rankings e melhorar as possibilidades de negócio”, explica.

Para se inscrever, basta instalar o aplicativo, que está disponível tanto para Android como IOS. Pode escolher ser cliente ou cozinheiro – neste caso, basta adicionar uma fotografia do prato que pretende divulgar, escrever uma descrição, escolher o método de entrega e definir um preço. Pode ainda escolher ser cozinheiro e cliente em simultâneo.

Neste momento, existem dois segmentos de cozinheiros: os amadores e certificados. “Ao fazer o registo fica sempre como amador”, para passar a certificado tem de contactar a equipa através de um formulário (consultar no site), e depois será sujeito a uma avaliação por parte de um parceiro responsável pelas condições de higiene e segurança alimentar. As entregas podem ser feitas pelo próprio cozinheiro ou acordar entre as partes um local para a levantar. O objectivo é incentivar à proximidade, por isso existe uma funcionalidade de pesquisa por localização, para além de poder guardar os seus cozinheiros preferidos, consultar rankings e categorias.

Futuramente, pretendem instalar serviços extra que os cozinheiros vão subscrever. “Pretendemos dar apoio em termos de facturação, temos inclusive uma funcionalidade já desenvolvida que permite aos cozinheiros emitir facturas electronicamente”, explica Fábio Carreto. Estão a pensar também em disponibilizar serviços de marketing para melhorar a visibilidade dos mesmos e querem “desenvolver parcerias com escolas de cozinha e organizar workshops”. 

A CookerPan é uma plataforma que tanto pode ser usada por pessoas que precisem de ganhar um dinheiro extra sem terem um avultado investimento inicial, como por restaurantes que queiram testar pratos novos e queiram ver a reacção do público numa primeira fase.

Leia aqui a edição desta semana da Time In Portugal

Supper Stars tem três sugestões para oferecer no Dia da Mãe

+ Este sábado o Apego lança o primeiro cabaz de comida

Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

 

Últimas notícias

    Publicidade