A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Ecocaminho da Maia
© Câmara Municipal da MaiaEcocaminho da Maia

Ecocaminho vai ser prolongado até ao Castêlo da Maia

O novo percurso vai ligar a estação de metro de Mandim ao centro do Castêlo da Maia por uma via pedonal e ciclável. O contrato da empreitada de construção já foi assinado.

Escrito por
Ana Patrícia Silva
Publicidade

O contrato da empreitada de construção do terceiro troço do Ecocaminho da Maia, que irá ligar a estação de metro de Mandim ao centro do Castêlo da Maia, já foi assinado, anuncia a Câmara Municipal. O percurso desta terceira fase será desenvolvido paralelamente à linha de metro e ligará "importantes centralidades da Maia por uma via exclusivamente pedonal e ciclável, acrescentando-se à via já existente que termina em Mandim". O prazo contratual para a execução da obra é de 365 dias, com um orçamento de 730 mil euros.

A primeira fase do Ecocaminho da Maia foi inaugurada em Julho de 2015, aproveitando uma parte do traçado desactivado da antiga linha de comboio, em via estreita, entre o Porto e Guimarães. Em Fevereiro de 2019 foi inaugurada a segunda fase, completando à data um traçado de 3,5 km. Com a terceira fase, o Ecocaminho crescerá até aos 6 km de extensão.

O antigo e abandonado caminho ferroviário deu lugar a um percurso para correr, caminhar, andar de bicicleta ou até de skate. Ao longo desta ecopista são oferecidas distintas paisagens, onde prevalece a área arborizada, mas também logradouro de hortas, a antiga estação ferroviária da Maia e campos de agricultura. Além do passadiço, o Ecocaminho tem ainda zonas de lazer como um parque infantil, uma zona de desporto e pontos de água potável. 

+ Maia ganha rede de percursos pedonais e cicláveis com 203 km

Descubra a edição desta semana, digital e gratuita, da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade