Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Estacionar no centro histórico vai ser (ainda) mais difícil. Há novas regras
Notícias / Vida urbana

Estacionar no centro histórico vai ser (ainda) mais difícil. Há novas regras

elétrico
© DR Há novas ruas com estacionamento pago e outras com estacionamento exclusivo para moradores

Se estiver a conduzir ou a caminhar pelas ruas do centro histórico, não estranhe se a partir desta terça-feira 21 começar a ver máquinas e novas pinturas a ganhar forma nos pavimentos. Trata-se da nova política de estacionamento da cidade, que implementará zonas de estacionamento de duração limitada no centro histórico. A "melhoria das condições de mobilidade" e o "alívio da pressão sobre os moradores" são alguns dos objectivos da mudança, explica a autarquia.

Assim, a Rua das Virtudes, o Largo São João Novo, a Rua das Taipas, a Rua do Dr. Barbosa de Castro e a Rua de Monchique passam a ter lugares de estacionamento pagos, todos a custarem 1,20€/hora, à excepção da última que por pertencer à zona II tem a tarifa de 0,60€/hora.

Com estas novas regras, que entram em vigor segunda-feira 3 de Junho, passa também a existir um conjunto de arruamentos onde o estacionamento é exclusivo a moradores (mediante o pagamento de uma avença anual). Estes lugares encontram-se na Rua de Miragaia, na Rua Francisco Rocha Soares, na Rua de São Miguel, na Rua de São Bento da Vitória, na Rua dos Caldeireiros e, finalmente, na Rua da Vitória. 

"A estratégia tem como prioridades uma maior rotatividade dos lugares de estacionamento e uma maior disponibilidade para os residentes, a par da redução do estacionamento abusivo e do privilégio à utilização de curta duração na proximidade das áreas comerciais e de serviços", lê-se no site de notícias municipal. Agora que sabe das alterações, tenha atenção na hora de estacionar (não queremos que seja rebocado ou alvo de multas). 

+ 15 coisas grátis para fazer no Porto

+ 15 coisas para fazer no Porto até 5€

Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email. 

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments