A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
aulas de desenho online
Fotografia: Kelly Sikkema

Estas aulas de desenho grátis dão direito a bilhetes para o Museu Nacional de Arte Contemporânea

Até terminar o confinamento, o Museu Nacional de Arte Contemporânea convida toda a gente a aprender a desenhar. O melhor: as suas obras de arte valem bilhetes.

Por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

Há artistas aí por casa? O Museu Nacional de Arte Contemporânea está a promover aulas de desenho todos os sábados, às 11.00, no canal de YouTube do professor Nelson Ferreira. A primeira sessão d’O Fungagá das Artes já aconteceu (pode vê-la ou revê-la aqui), mas vale a pena estar atento para não perder o próximo directo. Quando voltar a desconfinar, vai poder usar os desenhos feitos como bilhete de entrada no museu.

“Todos os desenhos que vocês fizerem nestas aulas vão ser, preparem-se, o vosso bilhete de entrada no museu”, anunciou Nelson Ferreira na primeira sessão online. “Durante dois meses após o fim do presente confinamento, vão poder entrar gratuitamente no Museu Nacional de Arte Contemporânea, no Chiado.”

Formador de artistas da Walt Disney, onde ensina desenho e pintura às equipas dos Estados Unidos da América, Canadá e Reino Unido, Nelson Ferreira estudou Pintura na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa e foi por duas vezes convidado pela National Portrait Gallery para ensinar técnicas de desenho do Renascimento.

Para participar nas aulas agora dinamizadas pelo artista, basta aceder ao seu canal de Youtube todos os sábados e ter preparada a lista de materiais: papel, esferográfica, lápis ou marcadores. Se quiser ser ainda mais criativo, junte tintas de aguarela, guache ou lápis de cor. 

Além d’O Fungagá das Artes, o Museu Nacional de Arte Contemporânea reforçou a sua presença online com um novo programa para todas as idades e públicos, que inclui um glossário de arte, um ciclo de conversas sobre retratos e a rubrica “Histórias da Arte”, em que se destacam memórias do Chiado, onde o museu se localiza. Ao longo do confinamento, todas estas propostas e muitas outras vão ser partilhadas no Facebook

+ Gaia oferece 15.000€ às melhores fotografias da cidade

Últimas notícias

    Publicidade