A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Fantasporto vai ter "Desafios da Modernidade" como tema em 2019

Por Patrícia Santos
Publicidade

A 39ª edição do Fantasporto, Festival Internacional de Cinema do Porto, só começa no próximo ano, a 19 de Fevereiro, mas o tema já foi revelado. A organização do evento anunciou que este será dedicado aos “Desafios da Modernidade”.

A exibição do mítico filme de Dennis Hopper, Easy Rider, que estreou em 1969, marca a pré-abertura do festival que decorre no Teatro Municipal Rivoli. Este retrata dois motoqueiros que, na procura pela liberdade, se encontram com um advogado alcoólico e desconcertante numa prisão dos EUA, capaz de os fazer abrir os olhos para novos desafios.

Prospect, de Zeek Earl e Chris Caldwell, conta a história da viagem à lua de um pai e de um filha, que vão à procura de riquezas e acabam numa luta desesperada para escapar. Será o filme oficial de abertura, de acordo com os responsáveis.

The Russian Bride, de Michael S. Ojeda, encerra o evento a 3 de Março. Tal como o filme de abertura, também integra a competição de cinema fantástico que será disputada por 19 obras.

Enquanto na prova de longas-metragens de cinema fantástico não há portugueses a participar - um filme brasileiro é a única representação lusófona -, na de curtas-metragens há Bluebird, de Amanda Sant’Anna, Carlos Fernandes, Gonçalo Veloso, João Lage e João Mendes, e Mysteries of the Wild, de Rui Veiga. O segundo desenrola-se numa ilha perdida no meio do oceano Atlântico, na qual é revelada uma descoberta científica que põe em causa o que se sabe sobre a evolução das espécies.

Entre os destaques da nova edição, conta-se ainda o documentário The Panama Papers, de Alex Winter, que conta com a premiada realizadora Laura Poitras como produtora executiva; a secção Orient Express e os prémios do cinema português e de melhor escola de cinema.

+ Programação do Teatro Nacional São João para 2019 arranca com reposição de 'Otelo'

+ Ornatos Violeta no Marés Vivas 2019

Últimas notícias

    Publicidade