Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Fundação Marques da Silva disponibiliza mais quatro acervos de arquitectura
Bartolomeu Costa Cabral
© DR Bartolomeu Costa Cabral

Fundação Marques da Silva disponibiliza mais quatro acervos de arquitectura

Publicidade

No mês passado, a Fundação Instituto Marques da Silva (FIMS) anunciou a intenção de construir um novo centro de documentação para, por um lado, solucionar a falta de espaço existente no edifício actual para o arquivo e, por outro, melhorar as condições para a sua conservação. Apesar dos constrangimentos impostos pela pandemia, a FIMS continua a trabalhar para expandir o seu arquivo, mas via online.

A pretexto do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, assinalado no dia 18 de Abril com o tema “Património Partilhado – Culturas Partilhadas, Património Partilhado, Responsabilidade Partilhada”, a Fundação Marques da Silva abriu mais quatro acervos de arquitectura ao público através do seu arquivo digital.

Os arquitectos Fernando Lanhas, Rui Goes Ferreira, Raúl Hestnes Ferreira e Bartolomeu Costa Cabral juntam-se aos acervos já disponibilizados, que contemplam nomes como Marques da Silva, Fernando Távora ou José Porto. As novas entradas resultam do tratamento de milhares de peças desenhadas, mais de 1000 fotografias e de 50 maquetas, peças de mobiliário e livros.

A FIMS caracteriza o seu arquivo como “um trabalho em permanência, em contínua actualização, a permitir que esta herança comum se torne acessível a todos”. Através do arquivo digital, pode consultar uma pequena biografia dos arquitectos, uma lista das obras projectadas e um inventário dos materiais e documentos que podem ser consultados online ou pessoalmente, na fundação.

+ Leia aqui a edição desta semana da Time In Portugal

+ 12 museus internacionais para visitar sem sair do sofá

Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade